fbpx

Florbela Caetano

Florbela Caetano

Ligar o rádio é a primeira coisa que faço ao acordar. E isso já diz muito sobre uma jovem adulta, no século XXI. Como se este desajustamento não bastasse, gosto dos mundos que se dizem contraditórios: a publicidade e o jornalismo. Trabalho no primeiro. Procuro formas de me manter ligada ao segundo.
Amor e uma cabal Distância

Amor e uma cabal Distância

As relações modernas são tramadas. Bem podem falar-me sobre casamentos por procuração e viúvas criadas pela guerra. Ainda assim, nenhum…
O (pseudo) teletrabalho num minuto

O (pseudo) teletrabalho num minuto

Bom dia. Estás a ouvir-me bem? Estou, estou. Desculpa lá estar a falar baixo, mas o António ainda está a…
Fui casa. Voltei com cinco sopas e 11 livros

Fui casa. Voltei com cinco sopas e 11 livros

Caracterizar como “singular” a experiência de cada um de nós, durante a pandemia, é dizer muito pouco, mas a verdade…
O COVID-19 lembrou-me um sonho lindo

O COVID-19 lembrou-me um sonho lindo

“ADVERTÊNCIA AO LEITOR” “No seu próprio interesse, prezado Leitor, verifique se este livro mantém o lacre branco que sela algumas…
Quando estamos pandémicos, todas as canções são sobre vírus

Quando estamos pandémicos, todas as canções são sobre vírus

Não há como fugir ao tema. Está tão entranhado na nossa pele que se entranha em tudo o resto. Incluindo…
Comer, Orar, Amar(-se)

Comer, Orar, Amar(-se)

Naquela última meia hora do filme realizado por Ryan Murphy, acreditei mesmo que o seu título poderia ser aquele que…
Almocei num dinner americano, na Alemanha

Almocei num dinner americano, na Alemanha

Não, este título e subtítulo não têm demasiadas referências. Pelo menos tendo em conta a dimensão do globo azul que…
O COVID-19 já nos deu muitas oportunidades

O COVID-19 já nos deu muitas oportunidades

Dizem que estes tempos de quarentena são uma oportunidade para estar com a família, repensar prioridades e que, quando finalmente…
Maravilhoso barulho meu

Maravilhoso barulho meu

Antigamente, fazia-me impressão ver pessoas a andar na rua, de auscultadores postos nos ouvidos. Afinal de contas, o mais certo…
Uma solidão por dia não sabes o bem que te fazia

Uma solidão por dia não sabes o bem que te fazia

Ligar o rádio no volume que te apetece, sem o receio de estares a incomodar alguém. Ler uma revista, sem…
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker