fbpx
Bem-Estar

Meu bem , meu mal

– Estás aí?

– Sabes que para ti não, nunca cabra velha.

– Só  porque vivo no lado oposto?

– Não!  É porque és  só muito mau.

– E tu és  muito mole…pãozinho sem sal ahahah!

– Oh  eus entendam se , vá lá pah! Assim não  dá…sempre em zaragatas vocês!

Assim começa a  entrevista aos  meus dois Eus.O do BEM e do MAL, os meus dois lados, os meus torturadores, que me deixam no limbo sem saber quem eu sou às  vezes.

Nem sei como os consegui os juntar, pois estão sempre em barricadas opostas, sempre no desafio mas como sou o Eu principal, o Eu que escolhe tenho algum poder sobre eles… acho eu.

EU PRINCIPAL – Bem meus dois Eus vamos lá continuar…recapitulando, como sabem juntei vos aqui porque estou a fazer uma reflexão pessoal,enquanto pessoa boa e má, e como cada  um tem a sua influência.

EU DO BEM – Sempre te tento influenciar para fazeres o bem seja para ti seja para os outros…longe do pecado.

EU DO MAL – Ahahah… sem mim a tua vida não tem graça, desprovida de diversão. Ao menos tens histórias para contar porque arriscaste..

EU DO BEM – Arriscar? Ele podia ter morrido seu inferno! Isso é  o preço  a pagar por te ouvir.  Eu aconselho o caminho mais sábio, as atitudes mais humanas, e a virtude.

EU PRINCIPAL – Mas quem  escolhe sou eu sabem?! Sei que cada um puxa para o seu lado… mas não têm de entrar em equilíbrio, já que a missão é a  minha evolução?

EU DO MAL – Quem te disse isso? Desde os primórdios que cada um tem o seu reino, e tu irás  para o meu! E irei fazer tudo por isso. Se me ouves não tenho culpa, é escolha tua. Não  te obrigo a nada…

EU DO BEM – O meu reino é  o supremo, sou o criador, tenho poder sobre tudo. Se ouvires a minha palavra nunca mais terás sofrimento, mas tens de ter fé…e confiares em mim e nos planos que tenho para  ti.Não  sejas fraco e resiste a tentação, e terás  paz e triunfo no final da tua missão. Acredita sempre! 

A entrevista acabou com um punhado cheio de nada, sem respostas. Eles continuam a picar o meu cérebro, só com incertezas, medos e ideias  contraditórias. Puxam me , cada um para seu lado quando os questiono.Sempre com seus joguinhos psicológicos e changistas.São puramente  intrometidos, inconvenientese não me deixam escolher , e ter o meu livre arbítrio. E claro tentam  me,  sempre influenciar. E  se  eu não quiser? Tenho de ter só  um lado? Tenho de escolher, porquê?

Não posso ser simplesmente eu e deixar fluir a vida que já  está  pré  destinada? Sei que posso ter a predominância de um só  lado, bem sei, mas  balanço  quando tenho de decidir. Afinal, sou humano e erro mas tenho o colo e a base para me sustentar para me  dar esperança quando não creio. Eles estão aqui, cada um do seu lado da barricada,  em plena guerra em mim, mas uma certeza tenho, eu é  que escolho mas  fatalmente sou cada um deles.

Paula Boto

Uma autodidata com curiosidade sobre o mundo 🙏🌏⭐

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
%d bloggers like this:

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.