fbpx
Televisão
Em Destaque

Sweet Tooth

Uma história cheia de aventura numa luta contra o preconceito e a insensibilidade humana

A jornada do garotinho híbrido, parte humano e parte cervo, em busca de sua identidade toca o nosso coração, onde a amizade é capaz de sobrepor qualquer preconceito.

“Sweet Tooth” foi uma aposta certeira da Netflix este ano!

* Resumo, técnica, mensagem e spoilers *

Na série de ficção produzida por Robert Downey Jr, o mundo foi tomado por um vírus mortal, que além de matar humanos, alterou a genética dos que ainda estavam em formação na barriga de suas mães, fazendo com que as novas gerações nascessem híbridas, numa mistura entre humanos e animais.

Criado distante do mundo real no Parque de Yellowstone, Gus (Christian Convery), o menino cervo, aprende a ler, escrever, a respeitar a natureza e a sobreviver com respeito, amor e muita imaginação. No entanto, após a morte de seu tutor, ele resolve sair em busca de sua história, uma saga em busca de sua “mãe” para descobrir quem é e de onde vem.

O menino, então, conhece Jepperd, o “Grandão” (Nonso Anozie), no primeiro momento que sai do abrigo, ao ser salvo por ele de caçadores impiedosos que foram estimulados a caçar híbridos para serem estudados/mortos em laboratório.

Jepperd também tem um passado sombrio, mas os dois ficam próximos, afinal, Gus conquista quem se aproxima dele. E nesta viagem esbarram em uma jovem líder de ideais fortes, que luta para defender os híbridos, a “Ursa” (Stefania LaVie Owen). Os três, então, seguem juntos numa jornada de auto-conhecimento, evolução interior, onde o amor da amizade é capaz de transformar tudo.

“Sweet Tooth” é baseado na história em quadrinhos de Jeff Lemire, também autor de “Essex County” e títulos da DC Comics, como “Animal Man” e “Frankenstein”, que junto com “Sweet Tooth”, lhe renderam a indicação ao Eisner Award para Melhor Escritor.

Contudo, muito além da ficção, a série escancara toda a maldade que o homem é capaz de fazer por conta de preconceito e falta de informação. O extremismo despertado pelo medo, pelo pânico e pela falsa esperança de uma salvação nos faz refletir sobre o mundo em que vivemos, mesmo que sem híbridos por perto.

Só o amor e o respeito nos ajudarão no processo de evolução. É a nossa arma de salvação. Então, desejo que você assista essa série com um olhar questionador, ainda que para se divertir e se aventurar.

A primeira temporada está disponível na Netflix. A segunda já foi confirmada e está em fase de produção.

Nota: este texto foi escrito seguindo as normas de português do Brasil

Sweet Tooth

Argumento - 80%
Interpretação - 86%
Fotografia - 100%
Produção - 100%

92%

Pontuação Final

A história do menino cervo em uma aventura em busca de sua identidade.

Maria Carolina Mello

Acho sempre difícil falar sobre mim porque a descrição vem sempre como um "rótulo": sou filha, mãe, esposa, jornalista, produtora audiovisual, assessora de imprensa. Mas o meu eu verdadeiro, aquele cheio de inspirações, e que me permite sonhar e almejar vai muito além dos rótulos. Sou mulher, uma força cheia de expressões e com intensidade nos sentimentos e ações. Acho que o "eu" e a minha descrição, na verdade, só são possíveis de se conhecer quando convivemos, quando expomos nossas cicatrizes e a nossa história. Então, deixo aqui o meu rótulo, e um pouco do que sou nos textos, porque a escrita tem essa vantagem, ela sempre revela um pouco sobre nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
%d bloggers like this:

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.