fbpx
CinemaCultura

Ela disse – O filme do #MeToo

image

Corria o mês de Outubro de 2017, quando o movimento #MeToo começou a espalhar-se pelas redes sociais, após uma reportagem de investigação publicada no jornal New York Times, pelas jornalistas Jodi Kantor (Zoe Kazan) e Megan Twohey (Carey Mulligan).

Inicialmente Jodi Kantor recebe uma denúncia de que a atriz Rose McGowan foi abusada sexualmente pelo produtor Harvey Weinstein. McGowan inicialmente recusa-se a comentar, mas depois liga de volta para Kantor e descreve um encontro em que Weinstein violou quando ela tinha 23 anos. Kantor também fala com as atrizes Ashley Judd e Gwyneth Paltrow, que descrevem seus próprios encontros sexuais com Weinstein, mas ambas recusam avançar com receio de verem as carreiras serem prejudicadas. Frustrada com a falta de progresso em sua investigação, Kantor recruta Megan Twohey para ajudar no artigo. Em conjunto as duas fazem um trabalho de investigação que lhes valeu o prémio Pulitzer.

Nesta publicação, foi exposto um imenso historial de abusos sexuais do produtor de cinema Harvey Weinstein, que durante décadas teve um lugar de destaque em Hollywood.

No artigo, as duas jornalistas revelam testemunhos de violação e assédio sexual reportados e, mais tarde comprovados, por algumas das mais famosas atrizes de Hollywood.

Estas mulheres foram alvo de perseguição, chantagem e viram as suas carreiras completamente dilaceradas pelo poder machista de se agigantou perante a inércia da sociedade.

Esta denuncia resultou num dos maiores processos judiciais sobre abusos sexuais e violência sobre as mulheres alguma vez levado a julgamento nos EUA, levando à queda de um dos maiores e mais influentes produtores de Hollywood, tendo abanado as estruturas de toda a sociedade.

O filme é baseado no bestseller do New York Times Ela Disse: Os bastidores da reportagem que impulsionou o #MeToo.

Estamos perante um filme simples, que consegue passar a mensagem, e que nos prende ao ecrã, realizado pela mão da alemã Maria Schrader e escrito por Rebecca Lenkiewicz. Curiosamente não é candidato aos Óscares de 2023, sabe-se lá porquê!

Disponível num cinema perto de si.

O que pensas deste artigo?

0
Adoro
0
Estou in Love
0
Não sei bem
0
É Divertido
Cátia Félix
Sou a Cátia, uma cidadã do mundo que teve o privilégio de nascer em Portugal. Desde pequena que fui ensinada de que somos do tamanho da nossa voz e que nunca devemos calar os sentimentos. Tenho um filho maravilhoso que me inspirou e incentivou a escrever o meu primeiro livro infantil, Martim e o astronauta que gostava de bolonhesa. Sou bancária de profissão e autora de coração.

    Deixar Comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.