PersonalidadesSociedade

Denzel Washington um artista memorável

Qualquer cinéfilo que se preze já visualizou no grande ecrã, parte ou no seu todo, a obra cinematográfica de Denzel Washington. Actor, realizador e produtor norte-americano, nascido em Mount Vernon, no estado de Nova York, a 28 de Dezembro de 1954.

Integrou a Universidade privada de Fordham, para seguir o curso de Jornalismo, mas a paixão pela representação e a participação em peças teatrais estudantis levaram-no, após concluída a sua formação, a tirar um curso de Representação no “American  Conservatory Theater“, em São Francisco, durante um ano. Começando de seguida a participar em peças de teatro e mini-séries.

A sua primeira grande oportunidade foi-lhe fornecida em 1987 pelo realizador Richard Attenborough, que o convidou para desempenhar o papel do activista sul-africano, Steve Biko, em “Um grito de Liberdade”. Dois anos volvidos, conquista um Globo de Ouro e um Óscar da Academia de Hollywood como Actor Secundário no filme “Tempo de Gloria”, em que interpreta o papel do soldado Trip, num batalhão exclusivamente composto por negros, durante a guerra civil norte-americana. No mesmo registo, em 1992, no filme “Malcolm  X”, onde dá vida a um líder revolucionário, volta a ser nomeado para um Óscar, desta vez o de Melhor Actor Principal.

A sua carreira foi pautada por imensos êxitos de bilheteira, entre eles, os filmes “Dossier Pelicano”, “Filadelfia”, “Coragem de Baixo de Fogo”, “Hurricane”, “Dia de Treino”, “O Protector” e “O Coleccionador de Ossos”. Verdadeiros ícones da 7ª Arte.

Um percurso que o levou a ser nomeado por oito vezes para os Óscares, vencendo uma vez o prémio como Actor Principal pelo filme “Dia de Treino”, para além do prémio já conquistado anteriormente.

Até ao momento, durante a sua carreira, além dos Óscares, venceu inúmeros prémios, como o Tony’s, na categoria de Teatro, três Globos de Ouro (um deles como prémio honorário), um Bafta (prémio carreira) e dois Ursos de Prata no Festival de Berlim como Melhor Actor. Faltando no seu currículo artística a tão ansiada estrela no “Walk of Fame” de Hollywood, que já merecia, por tudo aquilo que tem oferecido com o seu magistral trabalho à sétima arte e ao universo artístico.

Denzel é um actor que dá às suas personagens uma realidade inspiradora, transportando os cinéfilos para dentro da história, formando uma empatia entre as figuras recriadas e quem assiste às suas obras. Um meio de comunicar só possível nos predestinados.

Os seus filmes evocam uma aprendizagem inequívoca sobre a história americana e o comportamento da sociedade actual, reavivando-nos temas como o racismo, os preconceitos e a corrupção governativa e económica, infelizmente, ainda bem patente nos dias que correm.

Denzel Washington tem a particularidade de, com a sua humildade, passar os ensinamentos que adquiriu ao longo da sua carreira aos mais novos talentos emergentes no mundo da representação, possuindo dentro deste grupo vários seguidores que o tomam como exemplo de humildade e perseverança. Cristão devoto, sempre atento à comunidade, doou 2,5 milhões de dólares para ajudar projectos de construção da Igreja pentecostal Norte Americana, além de outros donativos e missões para o bem da comunidade cristã.

Um exemplo para a sociedade como Homem, marido e pai, unindo a sua família à volta de valores já um pouco esquecidos na nossa sociedade, sendo uma referência social inequívoca para a juventude americana.

Um percurso irrepreensível tanto como homem como profissional.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: