fbpx

Manuel Jorge

Manuel Jorge

Gosta de massa de peixe, do Benfica e de livros. Não forçosamente por esta ordem. Descobriu a escrita apenas aos 38 anos, mas ainda assim bem a tempo de conseguir desprestigiar esta arte. Acha, também por isso, que tudo lhe surge demasiado tarde e que nada na sua vida é precoce, tirando a ejaculação.
Jogos tradicionais portugueses dão pica
Política

Jogos tradicionais portugueses dão pica

O leitor conhece, de certeza, o jogo tradicional 1,2,3, macaquinho do chinês. Em traços gerais, um dos jogadores, designado de…
A mentira
Contos

A mentira

Inventar uma mentira talvez seja a melhor maneira de contar a verdade. Não é minha intenção transfigurar a realidade, entendam…
O fim do mundo em cuecas
Crónicas

O fim do mundo em cuecas

É um clássico que ocorre a cada final de ano: várias entidades surgem com grande efusividade a declarar o fim…
O último golpe
Uncategorized

O último golpe

No dia em que os Chicago Bulls foram tricampeões, cortei os pulsos pela primeira vez. Não por causa disso, mas…
A segunda vaga
Crónicas

A segunda vaga

Quando, há uns tempos, os especialistas avançaram com a possibilidade de acontecer uma segunda vaga, poucos acreditaram; quando tentaram explicar…
A fábrica
Contos

A fábrica

Quando a conheci, já ela enfiava preservativos em pénis de borracha. Soube, mais tarde, que alargara os horizontes, dedicando-se também…
Um primeiro-ministro, um vírus e uma app entram num bar
Crónicas

Um primeiro-ministro, um vírus e uma app entram num bar

Como tantas vezes acontece a qualquer um de nós. Estava a jantar em boa companhia (o mesmo já não se…
O lugar dos fracassos
Contos

O lugar dos fracassos

Tudo o resto são mentiras. A sua vida recomeçava a cada morto. Pelo menos, convencera-se disso. Invejava a leveza e…
Os lesionados do BES
Economia

Os lesionados do BES

Boa tarde, senhor telespectador. Bem-vindo a mais uma transmissão do Repórter Sombra. Joga-se hoje mais uma jornada da Liga Operação…
o lugarejo
Contos

o lugarejo

então vi-o. debaixo do banco do jardim, perscrutando o mundo ruim, aquela vida de frenesim. as palmas das mãos nos…
Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.