fbpx

Olá meu querido público!

Depois de uma longa pausa estou de volta com os meus pequenos, mas de grande valor, artigos. E nada melhor do que a série Bridgerton para recomeçar.

Comecemos, então.

Ah! Mas antes o anúncio do costume.

 * PODE CONTER SPOILERS *

Esta série, que podemos ver no Netflix, é baseado nos livros, best-sellers da autora Julia Quinn, e é de produção de, espantem-se, Shonda Rhimes (a produtora de Anatomia de Grey) e já conta com duas temporadas disponíveis na plataforma e a terceira a ser gravada.

Hoje falo-vos somente da temporada um. Com a quantidade de personagens, é de todo impossível escrever sobre duas temporadas em um só artigo.

Bridgerton conta a história de uma família que luta por ter um lugar do universo sensual e luxuoso da alta sociedade de Londres no século XIX. Em que as filhas mais velhas eram apresentadas à sociedade para que pudessem ser cortejadas pelos filhos mais velhos das famílias mais ricas da dita sociedade e que assim unissem as famílias. Temos de ter em conta que as famílias das puras donzelas teriam de ter posses para pagar o chamado dote.

Quando apresentadas à sociedade e aos pretendentes, cada donzela passam algum tempo de qualidade com eles para que se possam conhecer e após alguns dias os mesmos decidirem se vão fazer o pedido de casamento.

Mas têm de estar sempre acompanhadas por alguma aia ou pelas mães de ambos, pois se são apanhados sozinhos, ou se existir algum beijinhos, serão obrigados a casar. Será que para os nossos protagonistas isso é visto como problema?

Passo então a apresentar a família que dá nome à série. Não me vou alongar muito nas apresentações, para o artigo não ficar muito extenso. Porque se há arte que esta gente toda domina é a de fazer filhos.

A família Bridgerton é composta pela mãe, Violet Bridgerton (Ruth Gemmell), viúva e mãe galinha que luta pela felicidade e bem estar dos seus oito filhos.

Comecemos pelo mais velho, Anthony, Visconde Bridgerton (Jonathan Bailey), apesar de na primeira temporada ter menos destaque, e ser mais adepto das fugas a casas alheias, na segunda temporada já se vê mais homem de família, mais interessado nas meninas da sociedade, ou devo dizer nas irmãs das meninas? (risos)

O segundo filho é  Benedict Bridgerton (Luke Thompson), devo dizer que beleza foi coisa que os papás Bridgerton não pouparam aos filhos. Um pouco mais sossegado que Anthony, mas com a sua inquietude. Espero que na terceira temporada tenha aquele destaque de que gostamos.

Como terceiro filho temos Colin Bridgerton (Luke Newton), o apaixonado da pequena Penelope Featherington (a pequena tem uma grande particularidade). Colin vai tendo o seu destaque de forma crescente. Um jovem bastante aventureiro que não tem medo de arriscar.

Em quarto lugar nasceu a doce Daphne Bridgerton (Phoebe Dynevor), a protagonista da nossa primeira história de amor da primeira temporada. Inocente, virgem, amante de leitura e com muito bom gosto para arte e duques. Ai o duque. Mas voltemos aos filhos.

Eloise Bridgerton (Claudia Jessie) é a quinta filha de Violet. Perspicaz, aventureira, inteligente, estudiosa, curiosa, muito curiosa, e apaixonada pela leitura. Melhor amiga de Penelope Featherington. Aliada da rainha para desmascarar a Lady Whistledown (que tem a voz da grandiosa Julie Andrews) a Gossip Girl da época.

Os filhos números seis, sete e oito são Francesca (Hannah Dodd), Gregory (Will Tilston) e Hyacinth (Florence Hunt) três crianças completamente alheias de tudo o que se passa e o que mais gostam de fazer é implicar com os irmãos mais velhos.

Temos, obviamente, mais famílias, mas se for falar de todas, vocês desistem de ler o artigo já aqui.

Então foquemo-nos nas personagens que interessam.

Temos então a pequena Penelope Featherington (Nicola Coughlan) a filha mais nova dos Featherington, uma mocinha muito peculiar, com uma paixão incrível por Colin Bridgerton, muito curiosa e com uma pequena grande particularidade.

Agora vem uma das pessoas centrais da história, aquela que todas as mães querem agradar para que possam ver as filhas caírem na sua graça e até poderem ser candidatas a pretendentes do príncipe, falo-vos claro da Rainha Charlotte (Golda Rosheuvel), a figura mais respeitada na série. Arqui-inimiga de Lady Whistledown.

Lady Whistledown, é a gossip girl da época e é a rainha dos escândalos e desvenda todos os segredos, desde os mais simples aos mais obscuros de todas as famílias.

Por fim temos o nosso duque. Já pensavam que não falava do duque. Temos Simon Basset, Duque de Hastings (Regé-Jean Page) e que duque. Simon é aquela personagem que todas gostávamos que nos cortejasse. É desprendido, tem o seu ar de misterioso, sensual e sexy ao mesmo tempo. Inteligente, amante de arte e de cultura e um lobo solitário, que no final das contas tem um coração tão mole como todos nós.

Não me vou alongar muito mais, deixo-vos com o trailer da primeira temporada e com a promessa de voltar em breve com o artigo para a temporada DOIS (a três ainda está no forno).

Nota: este artigo foi escrito seguindo as regras do Novo Acordo Ortográfico.

O que pensas deste artigo?

1
Adoro
0
Estou in Love
0
Não sei bem
0
É Divertido
Ana Gonçalves
Nascida e criada em Castelo Branco, Portugal. Em 2010 nasce o meu maior tesouro, a minha razão de viver e o meu melhor amigo, o meu filho. O meu maior sonho é realizar todos os seu sonhos. Tenho um gosto enorme por viagens. Diversão e boa disposição não faltam. Nunca há mau humor por estes lados. Somente me iniciei na escrita aos 32 anos, apesar de ter o gosto pela leitura desde sempre. Os livros que me deixaram rendida à literatura foram "A Lua de Joana" de Maria Teresa Maia Gonzales, seguindo-se "Os Filhos da Droga" de Christiane F.

    Deixar Comentário

    O seu endereço de email não será publicado.

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    %d bloggers like this: