fbpx
PolíticaPortugal

Acto IV – Tancos

Só fala se o caso chegar a julgamento!

Pelo que percebi, o mentor de toda aquela magia ocorrida em Tancos, aliás, ocorrida em território nacional, que isto tem muito que se lhe diga, decidiu falar muito pouco, não adiantando mesmo nada sobre o que já se sabia.

Vejamos, um rol de figuras ligadas ao governo, forças armadas, forças de segurança e ainda se formos a ver bem um pastor, que durante a madrugada enquanto passeava as ovelhas observou as movimentações de alguns actores principais e nada denunciou até ao presente.

O que se sabe é que houve um desaparecimento em Tancos e um aparecimento na Chamusca.

Pelo que se percebeu, um individuo, proveniente do Algarve, engendrou tudo.

Ora bem, faz desaparecer as cenas, tendo carregado sei lá como até à Chamusca, onde as guardou e talvez tenha regressado ao sul onde começou a pesquisar custos de transportadoras para fazerem o transporte claro, e eis que se apercebeu que ia ficar um pouco caro o serviço, por causa do tracking.

Hoje em dia, para se receber uma encomenda é preciso sorte.

O bom senso, aquele que imperou quando deu por si a pensar que uma criança iria encontrar algum do material e poderia sair ferido, foi mais forte e com a ajuda de amigos, descobriram a pólvora depois da guerra.

Nem uma luz ao fundo do túnel neste caso que está longe de se resolver e, imaginem só, existe na certeza malta que espera que não se resolva, prescreva e vá para o arquivo “cesto”.

Tudo na mesma como a lesma e ainda quem vai pagar o pato, é o pastor, caso ele exista, pois neste momento é só uma figura imaginativa nesta peça de teatro ou banda de orquestra, pois música temos ouvido muita.

Se procurar Waldo parecia difícil, mal sonhava um tipo em que a dificuldade estaria em descobrir a verdadeira história, quanto mais os culpados.

Bruno Marriço

Como alguém escreveu um dia, “não basta que todos sejam iguais perante a lei. É preciso que a lei seja igual perante todos."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: