fbpx
ArtesCultura

A Arte na Humanização da Sociedade

Uma das minhas grandes paixões, desde longa data, sempre foram as Artes. Sempre despertaram em mim a curiosidade de conhecer o trabalho dos grandes artistas, desde a Antiguidade, passando pelo Renascimento até à Arte Contemporânea.

Quando elaboro planos para viagens de lazer, a minha prioridade é sempre escolher locais onde existam muitos monumentos e aspectos culturais diferentes daqueles que estamos habituados a presenciar no nosso país. Adoro conhecer novas culturas e povos.

Visitar museus, onde as grandes obras de pintura e artes plásticas estão expostas, assistir a peças de teatro, conhecer igrejas e catedrais antigas, vislumbrar a sua arquitectura e, principalmente e ler todos os géneros de literatura mundial. As Artes fazem parte da minha vida.

Quando contemplamos uma obra de arte, seja uma pintura, uma escultura, uma peça de teatro, um romance, um filme ou uma música, temos de evidenciar a sensibilidade de quem produziu, projectou e elaborou a mesma. Ao compreendermos esse aspecto, podemos perceber qual a mensagem que o artista pretendeu passar. As obras de Arte, no seu todo, têm um papel essencial na humanização do ser.

A Arte humaniza e, se ela humaniza, precisamos mais do que nunca da sua utilização no meio educacional e ainda mais na sociedade de um modo geral. Pois, se temos a consciência que a educação é a base estrutural de uma sociedade plena, juntamente com a família, também temos de ter a noção de que necessitamos cada vez mais de pessoas comprometidas com o tema da humanização dos indivíduos.

Humanizar no sentido completo e pleno da palavra. Mais do que oferecer aos indivíduos condições de vivência e sobrevivência, temos de dar-lhes a oportunidade de ser quem realmente são, com todas as suas particularidades, e nada melhor que a arte para elaborar essa função. Todo o género criativo é um caminho direccionado para sermos mais humanos.

Com a sensibilidade do ser humano, podemos procurar aquilo que está mais intrínseco no que estamos a observar ou a ler, ao termos esse sentido estético e de análise profunda estamos a dissecar o que é correcto ou incorrecto, transformando o que é belo no nosso contexto para o nosso coração e para a vida, reprovando tudo aquilo que é prejudicial.

A Arte consegue trazer-nos uma paz de espírito, que não conseguimos encontrar no nosso dia-a-dia, ao ler um bom romance ou uma bela poesia. Transporta-nos para sítios imaginários ou tenta colocar-nos na pele da personagem literária em que nos estamos a focar. Imaginando-nos no corpo do nosso personagem preferido, elaborando vários cenários de como seria a história, se fosse contada doutra maneira, passando nós de leitores a criadores.

O mesmo se passa com as restantes artes. O ser humano tem a génese de aprender e analisar tudo aquilo que se passa à sua volta, fazendo conjunções como o mundo era na altura da Arte Clássica e no Renascimento.

A Arte muda o nosso conceito de vida, traz-nos conhecimento, paz de alma, fraternidade e compreensão, tornando-nos mais humanos e menos autómatos.

Por todas estas razões, no meu ponto de vista, a Arte deve ser acessível a todos e não unicamente a algumas elites. Todos temos o direito conhecer a cultura existente no mundo, ter a possibilidade de vislumbrar obras únicas que evocam várias culturas e religiões. A cultura dos povos é um bem essencial que todos devemos presenciar e preservar “in loco”.

Por isso, aconselho todos aqueles que gostem de cultura e obras de Arte, para visitarem os lugares históricos de cada país e informarem-se da cultura desses lugares, para melhor entendermos cada religião e costumes. Só conhecendo esses valores históricos podemos fazer juízo concreto da sua história e da razão de cada povo.

A história dos povos, a sua Arte humaniza-nos tornando mais real, a união entre eles, harmonizando todas as diferenças existentes entre elas conseguiremos aproximar a humanidade.

A Arte é o fio de ligação para a união. Torna-nos a todos mais humanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: