fbpx
LifestyleTelevisão

“Anne with an E”

Anne of Green Gables

Inspirado na série de livros “Anne de Green Gables”  de L. M. Montgomery, “Ana com um A” (Anne with an E) é uma série produzida pela Netflix. Surgiu em 2017 e já conta com duas temporadas, tendo sido renovada para uma terceira temporada em Agosto de 2018.

A colecção de livros já teve várias adaptações ao grande cinema, com“Anne of Green Gables” (um filme mudo, em 1919), “Anne of Green Gables” (1934), “Anne of Green Gables: A New Beginning” (2008), “Anne of Green Gables” (2016), “Anne of Green Gables: Fire and Dew” (2017) e “Anne of Green Gables: The Good Stars” (2017).  Foram feitas também várias mini-séries, entre elas “Anne of Green Gables” (1985) e “Anne of Green Gables: The continuing Story” (2000).

A premissa da história é a mesma da dos livros: Matthew e Marilla Cubbert decidem adoptar um jovem rapaz para os ajudar a lidar com a vida na sua antiga quinta. O problema? Matthew vai buscar o rapaz à estação de comboios e dá de caras com uma rapariga muito faladora chamada Anne. Matthew fica confuso com a situação mas o que pode fazer? Decide levar Anne para casa dele e da irmã até decidirem o que irão fazer. Apesar da confusão, Anne tenta provar que uma rapariga consegue fazer o mesmo que um rapaz e fica com os irmãos.

O que se segue, ao longo de duas temporadas (até agora), é uma panóplia de aventuras, de tristezas, de alegrias, de doenças. Vemos Anne a crescer, a conhecer novas pessoas, vemos a sua imaginação fértil a trazer alegria a outras pessoas, vemos a relação entre Marilla e Mathew, as suas desilusões, as suas esperanças.

Vemos os problemas financeiros, Anne a ensinar um rapaz a ler, Anne a fazer amizades. Anne a lidar com preconceitos, Anne a descobrir novas coisas sobre si e sobre outros. Anne a desabrochar, Anne a ajudar outros a lidarem com os seus problemas.

Ainda só vi a primeira temporada. Decidi ler os livros e depois rever toda a série mas, é garantido que esta é uma excelente série. Consegue reproduzir a época que representa, tem excelentes actores (que eram, na sua grande maioria, desconhecidos do público até então) que conseguem representar na perfeição as suas personagens. São tão bons que é difícil separar o actor da personagem.

Tal como em todas as adaptações, há diferenças entre os livros e a série. Uma vez que ainda não os li, assumo-me como leiga neste assunto e consigo afirmar que a série está excelente. Haverá quem tenha opiniões diferentes, opiniões mais bem formadas porque conseguem reconhecer e odiar as diferenças entre ambos. São séries como Anne, Black Mirror, Atypical, 13 Reasons Why e Sense8 que estão a distinguir a Netflix de plataformas semelhantes.

Tags

Maria Capitão

Licenciada em Estudos Clássicos, passo o meu tempo livre a ler livros, ver séries e filmes e a ser voluntária numa associação de animais. Adoro jogar videojogos, jogos de cartas e de tabuleiros com amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: