fbpx
GastronomiaLifestyle

A bela Tomatada Alentejana

Uma receita com tomates

No Alentejo, quando o Sol é mais abrasador e quando os seus raios amadurecem o tomate, é hora de nos entregarmos a deliciosas receitas gastronómicas. Entre elas, a Tomatada! Uma receita com tomates.

Durante o Verão, as comunidades rurais adaptaram a sua gastronomia de modo a tirar partido dos sabores mais frescos, na tentativa de refrescar o corpo, concedendo-lhe refeições de paladar mais ácido, baseadas em legumes e, portanto, que reduzissem o esforço digestivo.

Em Serpa, na margem esquerda do Guadiana, os meses estivais são sinónimo de tomate grado maduro em abundância e nasceram várias receitas que o utilizam, tornando-o a estrela da dieta rotineira ou mesmo criando pratos de excelência já bastante conhecidos por todo o país.

O exemplo mais sonante será porventura o Gaspacho alentejano, que é extremamente diferente do Gaspacho andaluz. No entanto aquele que vamos conhecer hoje é a Tomatada – um comer bem típico do Alentejo e que delicia miúdos e graúdos.

A receita é simples:

· 1 kg de Tomate grado maduro por cada duas pessoas,

· Presunto,

· 2 Ovos,

· Azeite,

· Pão, miolo a gosto e esfarelado,

· Sal a gosto

Primeiramente lavam-se, pelam-se e limpam-se os tomates retirando as grainhas, pode também cortar-se o tomate para ajudar na preparação. Em seguida esfarela-se o pão, partindo com os dedos até obter um granulado de miolo de pão, os batoteiros quererão moer num qualquer robô de cozinha… mas cá para nós não é a mesma coisa. E batem-se os ovos.

Muito bem, tudo pronto!

Colocar um fio de azeite no tacho e deixar aquecer, juntar o tomate para fritar e ir mexendo. O tomate vai-se partindo e assemelhando a uma papa, quando estiver bem frito junta-se o miolo do pão e continua a mexer.

Quando o tomate e o pão estão completamente fundidos acrescentam-se os ovos mexidos, deixando-se cozer enquanto se envolve tudo dentro do tacho.

Ao apurar acrescenta-se Sal, o sal vai apurar o sabor de todos os ingredientes e realçar a frescura do tomate.

À mesa, a tomatada pode acompanhar carne, batatas-fritas, salada, fatias de presunto, peixe-frito ou simplesmente ser apresentada sozinha. É um prato leve e muito saboroso, os miúdos adoram porque é uma papa e torna-se perfeito para um jantar de família.

André Afonso

Nasci em '95 em Serpa, Alentejo e, por isso, gosto das coisas que se alargam e duram como as searas e vivo bem a brandura quente do sol de Verão ou o rigor do frio de Janeiro. Sou Agrónomo, mas um pouco mais do que isso - gosto de investigar a cultura destas gentes, seja a música ou as excelentes mil maneiras de aproveitar utilizar Pão na cozinha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: