fbpx
PersonalidadesSociedade

Renée Zellweger

Have you met Miss Jones?

Ninguém se pode queixar que Renée Zellweger não dá tudo o que tem nos filmes que participa. Com quatro Globos de Ouro e um Óscar na mão, pode já ficar sem espaço na prateleira, se ganhar este ano o de Melhor Atriz pela sua interpretação da lenda Judy Garland.

A nossa língua dobra ao dizermos o apelido da atriz, mas, a verdade, é que ninguém é indiferente ao seu talento. Após seis anos longe das luzes da ribalta, voltou com uma nova força e já com a cabeça erguida e pronta a receber prémios. A sua interpretação no filme “Judy é brilhante e consegue mesmo emocionar com a empatia que cria com o público. Aos 50 anos, voltou a estar na lista das atrizes favoritas do momento em Hollywood.

Renée Zellweger é filha de pais emigrantes e nasceu a 25 de abril de 1969. Com descendência norueguesa e suíça, explica a sua tez clara natural. Não sonhava ser atriz, mas era o desporto que lhe suscitava algum interesse. Praticou ginástica durante algum tempo e também foi cheerleader no ensino secundário. O teatro era apenas um hobby na altura, e não algo para levar muito a sério.

Enquanto avançava nos estudos, escolheu a Universidade do Texas e o curso de Literatura Inglesa. Como por mero acaso, o teatro voltou a entrar na sua vida. Como até ao momento a sua experiência baseava-se muito numa situação amadora desta arte, na faculdade inscreveu-se na disciplina de Representação, mas apenas para conseguir créditos extra na sua nota. No entanto, surgiu uma oportunidade de  participar em alguns filmes de baixo orçamento, entre 1992 e 1993, e não recusou.

A sua oportunidade com mais destaque aconteceu em 1994, no filme “Massacre no Texas”. O filme era péssimo, mas deu-lhe a oportunidade de conhecer novos horizontes e de ser protagonista no filme, ao lado de Matthew McConaughey. Os filmes de terror são mesmo aquele público fácil e todos os grandes atores começam por aí. Não demorou muito até ao seu grande lançamento. Em apenas um ano, foi escolhida pelo próprio Tom Cruise,  estrela do filme “Top Gun“, para fazer par romântico com ele, no filme Jerry Maguire”. Juntos apresentavam uma química fantástica no ecrã. Quem não conhece a típica frase do filme? “You had me at hello”.

A sua performance espontânea e muito natural é o seu segredo. Participa maioritariamente em filmes de comédia, mas também já nos surpreendeu com um bom drama. A subida na montanha do sucesso aconteceu em 1996 e chegou ao topo no início dos anos 2000. Lá se manteve durante alguns anos. O novo milénio foi marcante para atriz. Com 30 anos recebeu o papel pelo qual ainda hoje é conhecida: Bridget Jones. Quem não conhece a solteirona, trintona que desespera ferverosamente para encontrar um homem? Ao lado de Hugh Grant e Colin Firth protagonizou uma das comédias românticas mais vistas de sempre e ainda teve mais dois filmes de sequela. O último foi lançado no seu recente comeback, após a sua pausa na carreira.

Como Brigdet Jones, teve de engordar 20 Kg, com uma dieta exagerada de doces e muitos alimentos, durante o dia,  e aprender o sotaque britânico, enquanto fumava cigarros. Esta foi das transformações mais mediáticas para um papel. Em 2002 e já com a forma recuperada, Renée foi das escolhidas para protagonizar o filme musical “Chicago“, que nesse ano recebeu o Óscar de Melhor Filme, ao lado de Catherine Zeta-Jones. Este foi um papel mais exigente, pois  atriz teve de aprender a cantar e dançar. Após outras participações em filmes menores e explorando o género de comédia, Renée decidiu abrandar o ritmo de trabalho. Em 2010, referiu numa entrevista que precisava de dedicar mais tempo a si, não estava a descansar entre projectos e tal estava a ser nefasto para si. Durante seis anos, deixou de aceitar participações no ecrã. Enquanto isso, foi trabalhando como produtora.

A atriz voltou a ser notícia em 2014, num evento da revista Elle. Com o aspecto quase irreconhecível, fez manchete dos jornais e revistas e criticada pela possível utilização e recurso de plásticas. Ao que a atriz respondeu: “Talvez eu pareça diferente. Quem não fica, quando envelhecem? Ah, mas eu sou diferente. Estou feliz“.  Em 2016, foi convidada para a terceira parte de Bridget Jones e ainda continua a encantar. Em 2019, participou na série triller da NetflixWhat/If”. Contudo, a maior surpresa desse ano foi o seu filme biográfico, onde interpreta Judy Garland nos seus meses finais. Renée Zellweger oferece-nos uma interpretação fantástica, onde também canta os seus temas mais emblemáticos. O Óscar está quase garantido, mas tem uma rival de altura, Scarlett Johansson, no filme “Marriage Story“.

Renée Zellweger escolhe os seus papeis com precaução e de um momento para o outro está no topo novamente. O início dos anos 2000 foi dos seus melhores momentos e agora, passados 20 anos, volta a ser novamente a era desta atriz. Quanto à sua vida privada, namorou com alguns famosos conhecidos, como Jim Carrey e Bradley Cooper, mas de momento não temos conhecimento sobre o seu status amoroso. Activista sem rodeios, gosta de lutar por aquilo em que acredita. Não se deixem ficar, pois Renée Zellweger consegue sempre surpreender nas decisões que escolhe sobre a sua carreira.

Célia Paula

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries de televisão, vejo tudo o que que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida, e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: