fbpx
ArtesEducaçãoSociedade

Expressão Dramática na aventura de crescer

A pedagogia teatral e a Expressão Dramática no geral permitem o crescimento da criança a diversos níveis, mas o que se destaca é o desenvolvimento pessoal – um desenvolvimento que nos permite ter uma ponte entre o exterior, por vezes, medonho e o nosso interior tão confortável. A Expressão Dramática dá uma série de faculdades à criança que a irão ajudar no presente e futuro, muito para além de um exercício que visa a uma projeção estética. A Expressão Dramática mexe no âmago da criança e deixa-a explorar o mundo com a sua curiosidade intrínseca, criando perspetivas de possível mudança e vontade de absorver informações.

Uma vantagem enorme da Expressão Dramática na infância é o desenvolvimento da autoconfiança. Assim, as crianças deixam de ter receio de sair da zona de conforto e de procurarem experiências novas. Podem expressar pensamentos num ambiente seguro e expressarem-se artisticamente para afastar medos e receios. A saúde mental é beneficiada bastante neste sentido, ao reduzir frustrações e lidar com a ansiedade. Se os exercícios teatrais tiverem lugar fora da sala de aula, no exterior, também a saúde física é auxiliada pelo ar livre e contacto com a Natureza.

É importante também realçar as capacidades de comunicação. Não só através da desinibição como também através da projeção de voz, articulação, tom, entre outros aspetos. A criança também irá aprender a ouvir para depois comunicar, o que lhe permite desenvolver a sua capacidade de concentração e memória, assim como a capacidade de aprendizagem. A partir das leituras dos textos dramáticos, a criança é exposta ao gosto pela escrita e leitura, ajudando-a no seu percurso académico futuro.

A partir da Expressão Dramática, a criança desenvolverá também inteligência emocional e capacidades sociais. Irá estar num ambiente onde pode comunicar com outras crianças e conhecê-las melhor. Em exercícios que lidem com personagens, a criança irá ver a sua capacidade de empatia a aumentar ao perceber os diferentes papéis e poder-se relacionar com os sentimentos dos outros. Aprendem a lidar com os problemas dos colegas também, o que leva a um maior esforço de trabalho em grupo e a uma capacidade de extrema importância conhecida na gíria popular como “colocar-se no papel do outro”. Interpretar personagens, como uma descrição em versão lite, acaba por ser mesmo esse ato de nos colocarmos na situação do outro, percebendo defeitos e qualidades. Até porque muitas vezes o nosso trabalho sobre as atitudes da personagem revela que nós temos um percurso bastante identificável com o percurso que levou a personagem a agir de determinada forma ou a expressar determinado traço psicológico ou social. Mas aqui já entramos numa técnica muito especifica de acting, o que não é o objetivo.

Em jeito de conclusão, é deveras importante perceber-se que a Expressão Dramática não auxilia apenas o desenvolvimento artístico e emocional. A expressão Dramática aplicada e motivada leva a desenvolvimentos em todas as áreas da vida, auxiliando na aventura que é descobrir o mundo e seus aspetos positivos, assim como negativos. Não só faz chegar a um estado ideal de concentração e atenção para uma boa prestação nas outras áreas escolares, como permite um enorme crescimento pessoal que se traduz numa cidadania exemplar, valores éticos, inteligência emocional, e autoconfiança. E como todos sabemos, a autoconfiança “faz jeito” (e de que maneira) no nosso simples, mas estranhamente complexo, quotidiano enquanto adolescentes, jovens adultos ou mesmo adultos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: