fbpx
Bem-EstarLifestyle

Luzes

Todos nós já vimos esta paisagem, persegue-nos em todo o lado, seja na autoestrada, no lugar mais alto de uma cidade. Vemo-la no fim de uma noite, no início de tarde. E, por vezes, faz pele de galinha, por assistirmos a uma pequena dimensão do mundo.

Cada luz representa uma vida, cada luz representa alguém, seja de que forma for e todos vivemos de forma individual e egoísta. Por muito que o neguemos, esta é a realidade. Só um elo visto de fora a poderá ver como um todo e, neste momento, existem poucos espectadores neste mundo.

Vivemos preocupados com a vida, de como a viver, do que faremos no passo seguinte e onde estaremos daqui a 5, 10, 15 anos. Ambicionamos conhecer o mundo, quando paramos poucas vezes para ver qual é a luz acesa ao nosso lado.

Corremos para alcançar tudo o que iludidamente consideramos ser o que nos fascinará, durante a efémera vida que temos. Perdemos a capacidade de observação do momento e vivenciar o mesmo. Corremos para alcançar o escasso, o que está demasiado longe.

Já não pensamos pequenino, mas talvez o devêssemos, olhando as luzes da cidade.

Tags

Mariana Sousa Lopes

Sou a Mariana, tenho 19 anos, estudo Ciências da Comunicação e ambiciono um dia trabalhar em jornalismo! Neste momento colaboro com a Revista Variações, Jornal Referência e Uniarea. Tenho uma paixão por arte, e acredito que o seu trabalho em uníssono com o jornalismo permite manter uma sociedade motivada, formada e informada. O Miguel Esteves Cardoso e o Miguel Sousa Tavares serão sempre inspirações para mim, e o Repórter Sombra permite-me sonhar que um dia faça um pouco o trabalho destas referência. Num espaço livre e criativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: