CulturaMúsica

Ed Sheeran: a voz do momento

Baby, I’m dancing in the dark
With you between my arms
Barefoot on the grass
Listening to our favourite song
When you said you looked a mess
I whispered underneath my breath
But you heard it,
Darling, you look perfect tonight

– “Perfect“/ Ed Sheeran

Uma música com uma letra destas derrete a alma a qualquer pessoa!

Quando a cantarolamos parece que foi escrita a pensar em nós, que é ao nosso ouvido que ele nos diz, que estamos lindas! E de certeza que se não estamos passamos a estar, enche-nos o espírito, é impossível ficar indiferente.

A Beyoncé não teria escolhido fazer um dueto com ele nesta música, se não tivesse sentido a beleza e poder que ela tem… arrepia.

A forma como o Ed Sheeran canta o amor espalha-se por uma série de músicas do seu reportório, como “Shape of you”, “Happier”, “Thiking out loud” ou “Shirtsleeves”, e é mágico! É um amor feliz, mesmo quando está a cantar sobre uma relação que acabou. A mensagem é positiva: nós acabámos, tu agora estás feliz e um dia também me irei sentir assim. Desejar o bom a quem já amámos sem rancor, apenas assente na lembrança do bom que foi e que já não é, mas nem por isso vamos querer destruir. É uma mensagem com grandeza.

O Ed Sheeran é um fenómeno e não têm aparecido muitos com ele.

Tem uma voz inconfundível e uma capacidade única para criar música que nos toca, as letras ficam no ouvido assim como as melodias. Apesar de só ter 27 anos, já tem um vasto reconhecimento público e uma série de músicas que irão constatar nas listagens de músicas para todo o sempre.

Numa altura em que o panorama musical está virado para outros estilos musicais, como Hip-Hop ou Rap, um artista com o Ed conseguir espaço e reconhecimento, só por causa da música que faz, é original e uma lufada de ar fresco! Consegue destacar-se pelo seu estilo pessoal e original, onde mistura estilos e géneros numa sonoridade única.

Confesso que tenho um problema com o Ed, nada pessoal claro, mas, quando ouço a música dele, nunca associo a pessoa ao que estou a ouvir. É um exercício que faço às vezes, nem sempre, a música não precisa de rostos ou figuras é uma linguagem universal, contudo a primeira vez que vi o Ed Sheeran a cantar fiquei um bocadinho baralhada, não imaginava que a pessoa a cantar aquela música fosse aquela! O seu aspeto bonacheirão e descontraído não se enquadrava na pessoa que tinha construído para ilustrar as músicas.

Foi um processo de integração que passamos os dois, ele não sabe… mas em nada invalidou a forma como continuo a gostar de música dele. Quando abre a boca canta daquela forma, divinal! Isso por si só torna as letras, a música, a composição, o timbre muito pessoais e intransmissíveis é tudo harmonioso e fica no ouvido.

Uma coisa é certa, só o Ed Sheeran sabe ser o Ed Sheeran e mais ninguém é como ele.

É Perfect.

Tags

Sofia Cortez

Sofia Cortez (1978, Lisboa) marketeer por acaso, escritora em desenvolvimento e artista por vocação. Não existe uma linha condutora para a criatividade, só a vontade de criar. Entre os seus trabalhos estão uma Exposição de Croquis de Moda realizada 97 no Espaço Ágora, curso de desenho na Sociedade de Belas Artes em Lisboa, a participação em feiras de artesanato com o projeto: Nomes em Papel para crianças, um livro editado em 2018 “Devemos voltar onde já fomos felizes”, várias participações em coletâneas de autores em poesia e conto, blogger no blog omeuserendipity.blogspot.pt, cronista, observadora, curiosa com o mundo e aprendiz de todos os temas que permitam o desenvolvimento humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close
Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: