fbpx

Susana Correia

Susana Correia

Algarvia de gema, nascida sob o signo de peixes, com o qual pouco se identifica. Acredita que tudo acontece por um motivo, na força e no poder do pensamento e em energias positivas e negativas. É autora dos livros infantis "A Aventura da Pulguinha Aurora", "Aurora Pelo Mundo Mágico da Amizade" e "De Pernas P'ro Ar", e do blogue "Pózinhos de Perlimcóco". É, ainda, coautora da coletânea "O Tempo das Palavras com Tempo" com o conto "Por Ti". Um dia perfeito é passado na natureza com a filha como companhia, a máquina fotográfica, um livro e as folhas secas de outono.
Somos reflexos
Crónicas

Somos reflexos

No passado dia 1 de março, completei 36 anos. 36! Eu sei, para quem tem 46 ou 56, ainda sou…
O mundo divide-se
Crónicas

O mundo divide-se

O mundo divide-se entre quem toma um banho com água a escaldar, porque está frio, e quem não o faz,…
Mãe, eu não sou feia?
Educação

Mãe, eu não sou feia?

A geração dos meus pais não teve qualquer base de apoio, a não ser confiar no instinto, para se desenrascar…
Emily in Paris
Lifestyle

Emily in Paris

1 temporada 10 episódios *Atenção: Contém spoilers* Depois de terminar Dark (ainda não escrevi sobre ela, mas deixem-me absorver tudo…
Gambito de Dama
Lifestyle

Gambito de Dama

Minissérie 7 episódios *Atenção: Contém spoilers* À primeira vista eu nunca teria qualquer tipo de interesse por esta minissérie. O…
Ratched
Lifestyle

Ratched

Temporada: 1 Episódios: 8 *ATENÇÃO: Contém spoilers* Confesso que comecei a ver Ratched, porque tem como protagonista a fantástica Sarah…
Inception
Cinema

Inception

*Cuidado com os spoilers* Eu sei, eu sei! O filme já conta com uns sólidos dez anos, mas por fazer…
Geração Clique
Educação

Geração Clique

Senti que tinha uma missão a cumprir, que precisava desta experiência social de modo a perceber o que tinha acontecido…
Edimburgo – entre a chuva e os fantasmas
Lifestyle

Edimburgo – entre a chuva e os fantasmas

Ser mãe é querer uma pausa dessa missão de vez em quando, e quando a temos, morrer de saudades dos…
Verónica
Contos

Verónica

Estava sozinha naquela casa que não era minha. As paredes eram grossas e escuras e as fissuras do tempo manifestavam-se…
Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.