LifestyleTelevisão

The Good Doctor

The Good Doctor é uma série dramática norte-americana baseada na série coreana com o mesmo nome. A série original estreou em 2013 e foi o actor sul-coreano Daniel Dae Kim quem reparou no seu sucesso e comprou os seus direitos. Fez a adaptação da série e, em 2015, vendeu os direitos à CBS que, no entanto, se recusou a fazer um episódio piloto. Daniel Kim decidiu comprar os direitos de volta e, juntamente com a Sony Pictures Television, trouxeram David Shore (criador da famosa série House) para desenvolver The Good Doctor.

Já com duas temporadas e com a terceira renovada em Fevereiro de 2019, The Good Doctor foca-se em Shaun Murphy (Freddie Highmore), um jovem médico autista e com síndrome de Savant, que se muda para a Califórnia, onde irá trabalhar para um famoso hospital.

Temos várias personages principais, das quais destaco o doutor Neil Melendez (Nicholas Gonzalez), a doutora Claire Browne (Antonia Thomas), Allegra Aoki (Tamlyn Tomita), o doutor Marcus Andrews (Hill Harper) e o doutor Aaron Glassman (Richard Schiff). Tanto Richard Schiff como Freddie Highmore fazem um trabalho fenomenal. Freddie Highmore desempenha brilhantemente o seu papel e é difícil acreditar que é apenas uma personagem numa série. Richard Schiff consegue demonstrar os seus sentimentos de maneira perfeita, conseguindo transmitir todo o desagrado, o cansaço e a tristeza que sente no seu caminho de ajudar Shaun Murphy a ser um médico.

Apesar de o actor principal não ter autismo nem síndrome de Savant, existe um consultor presente em todos os episódios. Na segunda temporada, a série teve um actor autista a representar uma personagem também ela autista (mais informações). Algo que fez merecer à série várias críticas positivas.

Foram variadas as reações à série, mas as críticas foram maioritariamente positivas. Existem várias reações de pessoas que têm autismo (ver) que aplaudiram a série por representar de forma relativamente fiel uma pessoa autista. O que também afirmaram – e que é preciso ter em consideração – é que cada pessoa autista é diferente. Apesar de terem algumas características em comum, cada uma tem características próprias.

Tags

Maria Capitão

Licenciada em Estudos Clássicos, passo o meu tempo livre a ler livros, ver séries e filmes e a ser voluntária numa associação de animais. Adoro jogar videojogos, jogos de cartas e de tabuleiros com amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: