fbpx
SociedadeSociedade

Ambiente de trabalho e afins

Rir de nós, uma soft skill negligenciada.


Bem hajam,

Gaj@s que fazem balneário!


Olha quem vem lá!

Nesta casa somos uns vinte. Aqui por estes lados nunca dizemos que somos vinte e um porque o Costa tem metade do tamanho médio cá do sítio e eu tenho metade do cérebro do Costa. Rimos disso e descontamos um ao total, por conta de meio corpo e meio cérebro em falta.

Em vinte e um, há de tudo. Desde o gajo da hipnoterapia à gaja do Muay Thai. Todos somos aleijados, mas só eu e o Costa é que temos arcaboiço para o admitir e oferecer a nossa condição à boa disposição conjunta – rir de nós, uma soft skill negligenciada. Tal e qual, desses também os há – o depressivo e a ansiosa, o lambe cenas e o que gosta que o lambam: em vinte (e um) há de tudo.

Olhem-me para aquilo! O Constantino vem lá do fundo de pinha arreganhada, culpa da Anabela que tem um sentido de humor sarcástico e uma agilidade mental de que o humor é carente. Quando comparados com a Anabela, todos os gajos deste sítio já nasceram capados. Ela tem onde é preciso tê-los, no lugar onde também o Costa guarda o tesouro. São a nossa sorte, o Constantino e a Anabela. Desconstroem rapidamente as diferenças com uma rara ligeireza. A dada altura já nem nos sentimos tão diferentes. Separam as pessoas dos comportamentos: desconstroem os comportamentos e desejam o bem às pessoas, verdadeiramente.

Os nomes do Constantino e da Anabela não aparecem referenciados nos quadros dos elementos mais produtivos desta empresa. Eu estou, e justamente, mas deveria ter lá a alínea da total verdade: o Óscar – que sou eu -, foi empurrado por outros dois. É alínea que nos serve a todos, até aos que não são capazes de o admitir. Uma equipa de tantos com um ambiente de balneário alavancado pelo Constantino e pela Anabela. E aqui para nós, se o chefe não está… não me importa grande coisa, mas se me falha o Constantino e a Anabela… o dia dói mais. Há dia na mesma, evidentemente, mas há dias mais sorridentes que outros e, nos que sorriem, estratégias geniais dão o alerta, há um terreno fértil!

No nosso estojo empresarial eles são a cola. Ocorreu-me agora que andamos a deixar a tampa aberta, a correr o risco da secagem. Somos todos melhores com eles, não é óbvio?

Não tem sido.

Bem hajam,

colegas de lavoura envolta em humor.

Gabriela Pacheco

Formadora. CopyWriter. GhostWriter. Escritora. Gestora de Desenvolvimento e Formação com Certificado de Competências Pedagógicas, Certificação Internacional em Practitioner PNL – Programação Neurolinguística e curso de Graduação em Direcção Hoteleira. Escreve por inevitabilidade. Cultiva a paixão desmedida pela Arte, a Educação e a Formação naquilo que acredita ser a poção mágica para o desenvolvimento humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo
%d bloggers like this:

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.