+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Um cliente pode vir a ser um amigo. E o contrário?

No outro dia, deparei-me com uma publicação nas redes sociais que dizia o seguinte: “Mais fácil um cliente virar seu amigo do que um amigo virar seu cliente.” Durante dias, esta frase ficou na minha mente e tentei ter alguma opinião sobre ela. Ao fim de alguns dias conclui que sim, regra geral, a afirmação é verdadeira. Os nossos amigos não serão os nossos melhores cliente e provavelmente faremos amigos entre os nossos clientes.

Diria que, infelizmente, as pessoas querem ver-te bem, mas nunca melhor do que elas. Quantas pessoas conheces genuinamente que torcem pela tua felicidade e sucesso?

Conheço algumas pessoas com negócios, pequenos negócios, ou apenas hobbies que os fazem felizes, por isso questiono: Quantos de nós em igualdade de circunstância escolhemos o produto deles? Ou até por um preço maior (que para nós não nos faça diferença), escolhemos apoiar os nossos amigos?

Haverá muitos clientes, que pela empatia, dinâmica, confiança e qualidade do produto ou serviço fica nosso amigo, mas o que é realmente difícil, estranhamente difícil, é os nossos amigos apoiarem os nosso negócios, os nossos sonhos ou projectos, porque isso pode implicar que tenhamos mais do que eles (e não necessariamente dinheiro).

Não acho que devamos comprar por comprar, dizer que gostamos muito só porque sim, não temos de comprar todos os meses umas peúgas com bolinhas só porque o nosso melhor amigo acha que é o melhor negócio do mundo. Contudo, se precisarmos de umas peúgas, porque não apoiar? Apoiar quem gostamos, e que queremos ver realmente felizes.

Sempre ouvi dizer que os verdadeiros amigos não são os que estão nos teus momentos maus, esses são fáceis de estar, mas os verdadeiros amigos são os que estoicamente suportam o teu sucesso, as tuas concretizações e vivem ao teu lado os teus sonhos e estão na primeira fila a aplaudir.

Exemplo mais prático: Quantos de vocês apoiam os outros no que fazem? Quantos de vocês colocam um simples gosto numa página nas redes sociais? Qual a dificuldade em apoiar mais os outros, sejam eles amigos ou não, com honestidade e empatia?

Sabes que às vezes fazemos toda a diferença na vida dos nossos amigos e não há mal nenhum se comprarmos “peúgas” aos nossos amigos, que nos tornemos nos seus melhores clientes, mesmo que, quando forem a nossa casa deles, vejam todas as peúgas ainda com etiqueta, numa gaveta. Saberemos que são verdadeiros.

Olha para os negócios dos teus amigos em se puderes, sê o seu melhor cliente. Se não tiveres a capacidade de o ser, apoia e partilha, promove e incentiva.

Como nota adicional, sou grata por ser a exceção à regra,. Tenho mesmo os melhores dos melhores: os meus amigos têm as gavetas cheias de peúgas.

Share this article
Shareable URL
Prev Post

Criminosa dos e-books

Next Post

Falar para a Parede

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Read next

A viagem das carpas

Certa noite, teve um sonho. No fundo do mar azul intenso e escuro, permanecia quieto, durante largos minutos. O…

Doraemon

Quantos de nós relembram a sua infância ao ouvir esta frase? Lembro-me de chegar a casa para ir almoçar – andava…