fbpx
Bem-Estar

Saber escolher é uma arte muito importante!

Saber escolher é uma arte muito importante que pode fazer toda a diferença no rumo das nossas vidas. Com efeito, a diferença entre o sucesso e o fracasso reside na nossa capacidade de fazer escolhas.

A capacidade de escolher reside na nossa capacidade de analisar a realidade, de obter informações e conhecimentos sobre a realidade e de escolher a direção que melhor serve os propósitos que queremos atingir. É fundamental ter a clareza de pensamento para saber dar resposta a duas questões fundamentais: O que quero atingir? E como atingir aquilo que quero atingir?

Mesmo em questões simples do dia-a-dia saber escolher pode fazer a diferença entre um dia malpassado e um dia bem passado. Escolho preocupar-me com coisas que me fazem sofrer ou ocupar-me com coisas que me fazem feliz? Escolho fazer coisas que podem ser úteis para o meu futuro ou escolho não fazer nada? Escolho viver evitando conflitos ou escolho procurá-los? Escolho fazer aquilo que me beneficia ou escolho aquilo que me prejudica? Não escolher também é uma escolha.

Devemos analisar o que nos falta e precisamos de decidir qual o caminho que melhor nos poderá servir. Por exemplo, se me falta paz e alegria, fazer uma caminhada ao ar livre e apanhar ar puro não me parece uma má escolha. Já ficar fechado num quarto a pensar nos problemas não só não me vai dar o que preciso como agravará os problemas que já tenho. Se preciso de uma qualificação para trabalhar numa determinada área devo escolher um curso ou uma formação que me ajude a entrar naquela área. Se não consigo ser eficiente numa determinada tarefa devo procurar analisar o que está mal e escolher procurar soluções que me ajudem a melhorar e evoluir para ser hábil para desempenhar aquela tarefa. Não posso escolher ser resignado e passivo, pois com essa decisão posso prejudicar o meu futuro. Entre desistir e persistir, posso escolher persistir e beneficiar o meu futuro em vez de prejudicá-lo.

Muito daquilo que temos hoje de bom é o reflexo das escolhas sensatas e inteligentes que fizemos no passado. O futuro, por sua vez, poderá ser o reflexo das escolhas que fizermos no presente. Os problemas que enfrentamos no presente são também o reflexo das escolhas menos sensatas que fizemos no passado ou da falta de escolhas sensatas que fizemos no passado.  A vida não se resume às escolhas que fazemos, pois, a vida é feita de circunstâncias externas incontroláveis que não dependem do nosso livre arbítrio. Como diria Ortega y Gasset: “O Homem é o eu e as suas circunstâncias.” No entanto, ter capacidade de escolha é fundamental para ultrapassar e resistir a situações muito difíceis como também é fundamental para alcançarmos momentos felizes e para ter uma vida mais próxima daquela que sempre sonhamos. Há momentos felizes que nunca teríamos vivido se não fossem as nossas boas escolhas. E muitas escolhas boas e não ter feito más escolhas também nos livraram de momentos complicados. A capacidade de escolha é uma das mais importantes células do nosso sistema imunitário emocional que nos dá proteção e segurança num mundo caótico, agitado e instável.

Um exemplo de alguém que é bem-sucedido por causa da sua capacidade de escolha é Cristiano Ronaldo. Porquê? Porque é alguém que analisa o que lhe falta e quais os pontos que tem de melhorar, quais os tipos de treino que tem de fazer para melhorar, qual o estilo de vida que tem de levar para não perder o foco na competição, quais os objetivos que traça para estar constantemente motivado e preparado, quais os jogadores a observar para melhorar numa determinada área do seu estilo do jogo, quais as características que quer ter enquanto jogador para atingir o que pretende. Todo o seu sucesso é filho de um conjunto muito grande e complexo de escolhas inteligentes que fez ao longo de quase 20 anos de carreira. Chegou onde chegou porque fez escolhas que nunca passaram pela cabeça de uma esmagadora maioria. E também porque escolheu não escolher o mesmo caminho da maioria, mas sim o seu próprio caminho. Como disse atrás, não escolher também é uma escolha.

Para escolher bem durante muito tempo é preciso: 1- Muita força de vontade e vontade de vencer; 2- Inteligência para analisar os problemas e criatividade para encontrar as soluções; 3- Vontade de aprender e sede pelo conhecimento.

Não há dúvida que quanto mais conhecimento, inteligência e motivação, maiores serão as nossas probabilidades de sermos bem-sucedidos nas nossas escolhas e de atenuarmos o peso de más escolhas que fizermos no passado, pois as más escolhas tocam-nos a todos. O que não podem ser é em maior número do que as nossas boas escolhas.

Em suma, as nossas escolhas são um reflexo da nossa inteligência, das nossas experiências, do nosso carácter e da nossa força interior. Dizem muito daquilo que somos e para onde poderemos chegar. E também nos impede de ir para maus caminhos. Muitos dizem que é dom, que vem da nossa intuição, que é um atributo espiritual. Talvez, mas também é o reflexo inequívoco das experiências que vivemos e das aprendizagens que tivemos dessas experiências. Contudo, fundamentalmente, vem da nossa inteligência e do partido que conseguimos tirar das aprendizagens que vamos tendo ao longo da vida.

Cris David Silva

Gosto muito de cultura e desporto. Tenho opinião vincada sobre várias matérias e gosto muito de refletir sobre os mais diversos assuntos. Sou apologista de que a vida deve ser vivida um dia de cada vez e com muita esperança e confiança, sabendo de antemão que a vida não é fácil e que é preciso muita força de vontade para conseguir dar a volta às situações difíceis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: