fbpx
PolíticaPortugalSociedadeSociedade

Quem vou malhar hoje?

Esta é a pergunta que o incomum cidadão deve colocar a si próprio, quando abre os olhinhos pela manhã, tarde ou noite. 

Ora vejamos: são os agentes das forças de segurança, os professores e agora os médicos. Não sei se conseguem constatar, mas levam todos nas orelhas por motivos relacionados com a actividade profissional. 

Quero ver o dia em que um arguido “malhe” em plena sala de audiência num dos magistrados, por não estar de acordo com o tom de voz ou com a decisão, após o bater do martelo. Ai, talvez ai, comece a haver uma certa preocupação. 

Dizer que ofensas à integridade física a certas pessoas, no exercício da sua actividade profissional, qualifica o crime parece anedótico, pois a balança favorece aparentemente o incomum cidadão, isto, porque, sei lá, estava emocionalmente desequilibrado, tinha dormido pouco ou nada, o seu clube de futebol tinha perdido ou, ainda, apercebeu-se de que o papel higiénico tinha terminado e o dito cujo estava sentado na sanita. Perante qualquer uma destas soluções, já é admissível enfiar umas peras a quem lhes tente estragar ainda mais o dia. 

Deixemo-nos de mesquinhez, todos nós sabemos que nas profissões acima mencionadas, existe resposta célere por parte das instituições e, além de que durante a formação para o desempenho, há disciplinas que preparam os profissionais para estas e outras vontades do incomum cidadão. 

Escrevo e reforço que é incomum, pois quero acreditar que a sociedade ainda não está perdida.  

A violência destrói o que ela pretende defender: a dignidade da vida, a liberdade do ser humano.

João Paulo II 

Bruno Marriço

Como alguém escreveu um dia, “não basta que todos sejam iguais perante a lei. É preciso que a lei seja igual perante todos."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: