CinemaCultura

Óscares 2019

Quem são os favoritos?

Chegou novamente aquela altura do ano que todos os fãs de cinema aguardam impacientemente. Isso mesmo, a entrega dos Óscares. Após algumas polémicas (não seriam os Óscares se assim não acontecesse), a glamorosa gala está marcada para o dia 24 de fevereiro e, além da passadeira vermelha, onde as estrelas desfilam, esperam-se muitas surpresas nos vencedores dos prémios. Nada está garantido, mas que comecem as apostas deste evento na atribuição do prémio máximo do mundo do cinema. Estas são as previsões dos possíveis vencedores para a 91ª Cerimónia dos Óscares.

Melhor Filme

A Academia surpreendeu tudo e todos com a nomeação de nove filmes nesta categoria. No entanto a surpresa mais marcante foi a nomeação de “Black Panther” para melhor filme. O primeiro filme sobre super-heróis a chegar ao pódio. Não concordo com esta decisão, quando são óbvias as verdadeiras intenções desta nomeação. Nesta categoria, estou inclinada para o Óscar ser atribuído ao filme “Bohemian Rhapsody“, mas, devido às recentes acusações do realizador, este filme perdeu pontos. Por isso, acredito que Óscar vai para o filme “Roma“. Uma bonita epopeia artística sobre uma perspectiva pouco abordada. Este filme foi a surpresa do ano que conquistou o top de muitos cinéfilos. Outro forte concorrente será “Green Book“, que conjuga o dramático ao divertido com o racismo como pano de fundo. Contudo, as surpresas podem acontecer, com o filme “A Favorita“, uma película diferente e recordista em nomeações.

Melhor Ator Principal

A lista nesta categoria está renhida e cada ator nomeado merece o seu mérito. Seja Bradley Cooper pelo seu desempenho como um sonhador e alcoólico ambulante. Pela transformação magnífica de Christian Bale, o ator que bem pode ser chamado de camaleão do cinema. Mesmo Viggo Mortensen pela sua graça e sotaque de italiano, até  Willem Dafoe em “O Portal da Felicidade“. Contudo, a minha opinião reflecte-se em Rami Malek como o vencedor. Representar Freddie Mercury não foi pêra doce. O ator estudou bem os seus gestos, voz, expressões e coreografias próprias. Não estávamos a ver Rami, mas, sim, Freddie.

Melhor Atriz Principal

Nesta categoria, houve surpresas. Com nomeadas de peso como Glenn Close, que provavelmente vai ganhar, e Melissa McCarthy que já está nomeada pela segunda vez nos Óscares. A Academia ofereceu uma oportunidade às estreantes Lady Gaga, que surpreendeu pela sua interpretação em “Assim Nasce uma Estrela“, Olivia Colman e Yalitza Aparicio, que surpreendeu tudo e todos. Relembro que Yalitza não tem qualquer estudos em representação, conseguiu a sua participação em “Roma” por mero acaso, mas estava à altura do papel.

Melhor Ator Secundário

O ator Mahershala Ali é o meu favorito nesta categoria. A sua extrema ponderação e calma apresentada na  personagem de Don Shirley, um músico dos anos 60, no filme “Green Book“, conseguiu conquistar o público. O ator já recebeu um Óscar nesta categoria, com o filme “Moonlight“. Outro forte concorrente é Richard E. Grant, que aparece sempre em papéis secundários, mas esta é a sua primeira nomeação. Quanto aos restantes nomeados, Adam Driver, Sam Elliott e Sam Rockwell não se destacaram, a concorrência é bem mais forte.

Melhor Atriz Secundária

Esta é a única categoria que me consegue dividir. Regina King (“Se Esta Rua Falasse“) já limpou todos os prémios anteriores nesta categoria. Está entre as favoritas. No entanto, à sua sombra está Amy Adams, que, apesar das cinco nomeações, nunca ganhou um Óscar. Será desta? Emma Stone e Rachel Weiz, ambas nomeadas pelo filme A Favorita“, provavelmente não vão conseguir o prémio. A estreante Marina de Tavira foi uma surpresa a sua nomeação.

Melhor Filme de Animação

A Disney todos os anos tem conseguido o Óscar de Melhor Filme de Animação, mas parece que este não vai ser o ano. Apesar dos seus dois filmes “Os Incredibles 2” e “Ralph vs Internet“. O meu voto para o vencedor vai para “Homem-Aranha: No Universo Aranha“, um forte adversário. O traço mais realista do desenho complementa-se quase como se estivéssemos num videojogo e as cores noir  prevalecem para criar um ambiente mais estável. Além da qualidade do CGI, a narrativa bem exprimida é dos factores mais positivos desta obra cinematográfica. Contudo, esta lista consta nomes como “A Ilha dos Cães” uma obra também visualmente interessante e “Mirai“.

Melhor Realizador

Outra categoria também importante é a escolha do Melhor Realizador. Alfonso Cuarón está entre os favoritos pela qualidade e desempenho que investiu em “Roma“, um filme intimista baseado na sua própria infância. O realizador mexicano merece este prémio. A irreverência de Yorgos Lanthimos pelo filme “A Favorita” também não está esquecido e pode bem tornar-se vencedor. Assim como Spike Lee no filme “BlacKkKlansman“. Contudo, não acredito que Paweł Pawlikowski, em “Cold War“, e Adam McKay em “Vice” sejam galardoados.

Tudo ainda está em aberto nesta 91ª Cerimónia dos Óscares, mas os favoritos já estão escolhidos. A Academia tem sempre a capacidade de surpreender e nem sempre o que esperamos acontece. Só espero não ficar desiludida com as escolhas. Aguardo ansiosa, para descobrir os melhores do ano do universo cinematográfico.

Tags

Célia Paula

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries de televisão, vejo tudo o que que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida, e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: