fbpx
Crónicas

O Sábio

Tinham-no alguns como uma figura mítica, com capacidades além das óbvias. Tinham-no, outros, como o tonto, de diminuídas capacidades, pobrezinho. O sábio e o tonto. O mesmo homem, duas roupas distintas. Engraçado isto do mesmo temperamento dar para ser coisas destas: o cú e as calças.

Achou sempre os elogios miseráveis. Os elogios e os que não o fossem. Duvidava de tudo o que lhe dizia o Homem. Elogios não são, em bom rigor, verdade. Nem os maldizentes são, em bom rigor, verdadeiros. O que nos salvará destes engodos de oratória é a reflexão esmiuçada de nossos passos, de nossas vidas vividas e imaginadas, de nossas palavras ditas e caladas.

E Homem que tudo isto analise – e tudo isto puxe à memória – é Homem sofrido, mas de engodo protegido. Que em nada a vaidade o molda nem a amargura o quebra. Homem que se pense é Homem que dá passou-bem a si mesmo, cortês, elegante, depois de encenado fight club, todos os dias de sua vida e diz: gosto em conhecê-lo – ainda que não saibamos se será um gosto esta descoberta de hoje.

Não clama pensador seus feitos, mas reconhece-os como existentes. E tudo segue no seu devido curso.

Tags

Gabriela Pacheco

Licenciada em Ciências da Educação e Formação. É Gestora de Desenvolvimento e Formação. Tem Certificado de Competências Pedagógicas, Certificação Internacional em Practitioner PNL – Programação Neurolinguística e curso de Graduação em Direcção Hoteleira. Escreve por inevitabilidade. Cultiva a paixão desmedida pela Arte, a Educação e a Formação naquilo que acredita ser a poção mágica para o desenvolvimento humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: