+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Hoje estou apenas cansada

Eu não sou tão triste assim. É que hoje eu estou cansada.

– Clarice Lispector

Do fundo da alma, o desalento e a falta de força, o mundo caiu e com ele os alicerces que suportam a minha existência; afinal, os Maus existem mesmo…

No entanto, a vida não se compadece de dores ocultas que se escondem na interioridade de cada um e apenas eu posso suportar essa mágoa num arrastar de dias que seguem iguais, que continuam aparentemente como se nada fosse, apenas eu sei que assim não acontece.

E somos obrigados a aceitar algo que não depende de nós e do qual não temos a culpa.

É nestas alturas da vida que vêm à minha mente todas as citações sobre resiliência, coragem e determinação que vou lendo pelas redes sociais e/ou artigos que a vida ocupada ainda me permite que leia. E assim, repito de mim para mim as frases feitas de que tudo seguirá o seu rumo, que quando se fecha uma porta se abre uma janela ou mesmo uma janelinha. No fundo, o que importa que permaneça sempre é a esperança.

A esperança de que do caos nasça a ordem e que da tempestade amanheça a bonança. Queria tanto acreditar no que escrevo e espelhar alegria e felicidade, mas o aperto no coração que me asfixia e corta a respiração não mo permite fazer.

E resta-me apenas a resignação. A vida é composta de etapas e de obstáculos que se ultrapassam e que nos enriquecem ao longo do caminho, fazendo das derrotas verdadeiros momentos de aprendizagem que nos catapultam para o próximo momento. Aquele em que já não choro sozinha e me é permitido sorrir, sem falsos movimentos, apenas porque me apetece e o meu coração pede.

Pede-me que sorria e que respire de alívio pelo momento de solidão que vivi sozinha, em que não me foi permitido ter sentimentos e em que apenas a razão prevaleceu sob este tempo.

Temos de aprender a distinguir o que é do sentimento e o que é da razão, e neste instante não há lugar a sentimentos, apenas a razão que me obriga a ser pragmática e a colocar os olhos no futuro e no sucesso, esquecendo as lágrimas que por algum tempo teimaram em deslizar pela face.

Sendo que sempre fui um ser muito alegre e naturalmente bem-humorado, este momento que agora vivo parece mais uma nuvem negra que de repente resolve aparecer para ensombrar o meu dia. E apesar de saber que não é nada assim, prefiro, na ingenuidade da minha tristeza, acreditar que este é apenas um momento cinzento e que em breve o Sol voltará a brilhar para me iluminar o caminho.

Afinal, se pensarmos um pouco, não há dia sem noite nem sol sem chuva, e o aconchego desta solidão que me preenche a alma e entristece o coração ajuda-me a ultrapassar este breve e terrível caminho que aniquila cada milímetro do meu ser e me reduz ao pó do fracasso, deixando-me na beira do abismo.

Agora não me é permitido ver a simplicidade dos momentos bonitos da minha vida, e de repente os meus dias transformam-se num sofrimento irrespirável no qual continuo sozinha, na mesma companhia de sempre.

Mas porque sou uma pessoa de fé e de muito amor no coração, continuo a acreditar na vida e nas pessoas, e, portanto, levarei comigo deste momento malvado não apenas a mágoa, a tristeza e a dor, mas a sabedoria de uma lição aprendida, de que não somos de facto todos iguais.

Afinal, percebo agora, tal e qual uma inocente criança de quatro anos, que existe o Bem e o Mal e que há pessoas que gostam de fazer mal de verdade aos outros, e à semelhança dos fantasmas que habitam nos castelos assombrados dos filmes da nossa infância, estas pessoas estão a qualquer virar de esquina.

E uma delas acabou de cruzar o meu caminho. Ou será tudo um pesadelo e em breve abrirei os olhos, percebendo que o sonho mau acabou?

Não sei… não consigo perceber.

Share this article
Shareable URL
Prev Post

O Congresso (2013), Stanislaw Lem e os Estudos Futuros – Parte 1

Next Post

Marvão – entre céu e terra

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Read next

Visão sem poder jogar

O futebol é um jogo muito bonito. Dizer isto só é uma verdade Lapalisse que acrescenta pouco: era uma esperança…

Cá estamos

Há uma expressão que me atrai e repulsa, ao mesmo tempo. É uma frase que não diz absolutamente nada, mas…