fbpx
Gastronomia

É goma, é paixão, é História.

Apfelstrudel, dampfnulden, donauwelle, ofenschlupfer ou rote grütze. Não vá me dizer que esses nomes não te deram aquela vontade de comer um doce?

Essas são algumas sobremesas da Alemanha, apesar dos nomes, para nós tão diferentes, é interessante que os produtos de preparo são encontrados na maioria dos Países.

Aqui no Brasil, excetuando o extremo Sul, a doçaria alemã não é tão ofertada, ao contrário da portuguesa, italiana, francesa e a própria brasileira. Vale destacar que igualmente aos pães ou a algum guisado, todo país tem uma produção de doce própria. Seja criada internamente ou influenciada pela entrada de colonizadores ou imigrantes e, talvez, um doce muito famoso longe de ser “requintado” como as sobremesas da alta gastronomia, você não tenha ideia que foi criado pelos germânicos. Gummi. Sim, a famosa, viciante, popular e queridinha bala de goma, ou simplesmente goma, também conhecida por nós brasileiros como jujuba.

Foi desenvolvida na Alemanha, no início do século XX, quando Hans Riegel Bonn fundou a Haribo. Os números impressionam desde seu início. Na época da Primeira Guerra Mundial a empresa de Riegel já contava com mais de 400 funcionários. Além da sede principal, tem outros 15 pontos de produção em 10 países europeus, em 2016 inaugurou a primeira fábrica fora da Europa, em Bauru (São Paulo – Brasil).

Apesar de todo sucesso, o doce só ganhou o mundo a partir de 1980, quando começou a ser fabricado nos Estados Unidos e inspirou vários empresas a copiarem a receita.

Um dos motivos que atraiam as crianças para seu consumo além do sabor era seu formato, cópias de dinossauros, carrinhos, aviões, frutas e uma infinidade de linhas, bem tradicional o principal modelo ainda é o ursinho.

Sua fabricação utiliza gelatina que é obtida a partir do colágeno. E de onde vêm o colágeno? Da fervura de ossos de animais. De olho no mercado, muitas empresas já tem opções veganas para atender a todos, é utilizado o Agar, produto oriental feito a partir de algas.

Em terras brasileiras ela já foi estrela de propagandas televisivas e diversas mídias, tem até paródia de oração e frases de inspiração.

Que seu dia seja doce, tão doce como jujuba derretendo em boca risonha de criança.

 – Edna Frigato

Hoje não se fala tanto, mas mesmo assim seu consumo atinge os impressionantes 1,7 quilos per capita ao ano, distribuído em mais de 1 milhão de pontos de venda.

E o que a torna tão atrativa? Como dito, além da aparência “fofinha” e cores chamativas, o açúcar é essencial em sua produção e açúcar faz você querer mais açúcar. Em função disso seu consumo é questionado, algumas escolas pelo mundo proíbem seu consumo. Sua praticidade também é fundamental, afinal basta abrir o pacotinho e saborear a qualquer momento em qualquer lugar.

O ideal seria fugir das versões ultra processadas, anime-se, vá para a cozinha e faça sua própria goma, não é difícil, com apenas 5 ingredientes você já será um verdadeiro gomeiro.

Só não esqueça de enviar uma amostra.

Nota: este artigo foi escrito seguindo as regras do Português do Brasil

Guto Lopes

Brasileiro, movido por desafios e pelo forte sentimento de indignação, sempre com olhar no futuro. Apaixonado por gastronomia, escrita e leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
%d bloggers like this: