+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Dias digitais…

Nos dias de hoje, sempre que queremos conhecer um conceito ou saber um qualquer significado,  seja ele qual for, independentemente da temática que estejamos a pesquisar, depois de digitar uma palavra, ou uma curta frase… tal como se de um passe de magia se tratasse, surge bem na frente dos nossos olhos a resposta, ou o esclarecimento ao que, apenas uns minutos atrás era a nossa dúvida.

Não nos detemos, no entanto, para pensar que nestes tempos digitais que vivemos tudo fica registado e a cada “pisco” que assinalamos, ou resposta que damos, tudo fica guardado numa qualquer “nuvem” que tudo regista e guarda.

Muitas vezes, nem sequer sabemos e/ou temos a real noção do manancial de informação e dados pessoais que disponibilizamos ao Google, tantas vezes, sem o nosso claro e inequívoco conhecimento.

Honestamente, nem sei se tenho uma verdadeira consciência, ou se realmente a quero ter, de toda a informação relativa à minha pessoa que está em posse do Google sem que realmente eu tenha essa real perceção e tenha permitido em consciência que tal recolha acontecesse.

Quando se fala do Google, podemos naturalmente pensar igualmente em todas as outras plataformas que utilizamos diariamente, redes sociais e afins. Se alargarmos o universo onde navegamos, pesquisamos e consultamos os mais diferentes assuntos que nos interessam, então, a informação disponibilizada aumenta substancialmente. No fundo, ficamos expostos de um modo quase escandaloso, a estas empresas, que utilizam mais tarde esta informação privada do comum dos cidadãos, se assim o entenderem, como mais lhes for conveniente e do modo que muito bem entenderem.

Nesta sequência, importa pois ser cauteloso e de alguma forma reservado no modo como respondemos aos diversos pedidos e solicitações, nunca esquecendo que cada “sim” ou “não”, ou qualquer outra inocente resposta significará uma catalogação a que inevitavelmente ficaremos associados, e que irá sempre adicionando mais informação a cada consulta diferente ou novo tema pesquisado inevitavelmente associado a um qualquer endereço de IP que nos situa num sitio determinado e especifico.

Inevitavelmente nunca mais estaremos sozinhos, e a privacidade é um conceito vazio de conteúdo que nada de verdadeiro significa nos dias de hoje.

Share this article
Shareable URL
Prev Post

Quem vou malhar hoje?

Next Post

O dia em que a Jane Austen destruiu o meu toucador

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Read next

A indiferença

Todos os dias morrem pessoas, a todas as horas e minutos. Animais também, e essa é a verdadeira tristeza. Não há…