Crónicas

Carrego um cravo às costas

Muitos trazem cravos pendurados no peito aberto, cheio de orgulho do que não chegou a ser, murchas pétalas de uma liberdade tímida que se encolheu e resignou.

Desbotados, cravos murchos, cansados de uma luta que se venceu mas não medrou.

Outros empunham cravos ao alto como tochas, que de luz se vestem as flores quando os olhos estavam já acostumados a uma escuridão sufocante. Contra o azul do céu, um cheirinho de ousadia, palavras de ordem a romper décadas de silêncios mais fortes.

Eu carrego um cravo às costas. Não como fardo, mas como desígnio, desejo, propósito maior. Destino e rota incontornável, que canta o som de grilhões caídos e alvoradas por estrear nos sonhos de muitos olhos, nas lágrimas de muitos mares.

Não é mais bravo o meu cravo do que os outros, rubros heróis que fizeram de espingardas jarras. O cravo que carrego, que me empurra e me sustenta é hoje, é agora, é urgente. Os cravos da madrugada mais antiga do que eu, os cravos que já foram, esses são eternos. São os cravos das canções e da História, de um final quase feliz que podia ter sido um princípio de tudo, tivesse criado raízes.

O meu cravo negro e triste, traído, posto de parte, adiado, não se resigna a esperar mais, não cede e não cai. É cravo novo, viçoso, a cada manhã regado com lutas, com povo e materializadas utopias. Cravo poema, esperança em flor, com pressa de crescer e ser erguido vitorioso. Branco paz, branco puro, branco futuro. Negro noite, negro tormenta, definitivo luto. Meu cravo vivo, pulsante, vermelho sangue, vermelho liberdade, vermelho punho erguido, vermelho grito.

Tags

Andreia

Anticapitalista. Ecossocialista. Feminista. Opinativa. Palavrosa. Blogger desde 2005 em https://ventania.blogs.sapo.pt/.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: