Bem-EstarLifestyle

Amadurecer é viver

A vida dá-nos muitas coisas boas, mesmo que às vezes seja difícil ver isso. Uma dessas coisas é termos a oportunidade de amadurecer à medida que os anos passam. No entanto, o que será, de facto, o amadurecimento? Como será que amadurecemos?

Quando eu era pequena, tudo o que mais queria era tornar-me adulta. Achava o mundo dos adultos fascinante. Adorava toda aquela independência e maturidade. Consoante os anos foram passando fui percebendo que a maturidade é fruto do amadurecimento. À medida que vamos crescendo vamos, consequentemente, amadurecendo. E esse amadurecer nasce das experiências que vivemos ao longo da nossa vida. Cada experiência nova contribui para o nosso crescimento enquanto seres humanos e traz novas aprendizagens. Aprendizagens essas que nos fazem amadurecer a cada dia que passa.

Hoje, já entrei no mundo dos adultos. Cresci e, consequentemente, amadureci. Amadureci e continuo a fazê-lo todos os dias. Como? Como toda a gente. Aprendi a retirar uma lição de vida em cada coisa menos boa que me aconteceu. Sim, porque uma das coisas que aprendi foi que o maior crescimento provém das fases menos boas da nossa vida. Atrevo-me mesmo a dizer que essas são as mais importantes de todas. Os sucessos são importantes, claro, mas os fracassos são essenciais. Porque é graças a eles que aprendemos a levantar-nos. E é esse levantar depois da queda que nos faz seres mais maduros. São os fracassos que nos obrigam a crescer e a saber lidar com as coisas sozinhos. E é assim que conquistamos a liberdade, independência e felicidade. Afinal, só somos verdadeiramente independentes quando atingimos um determinado grau de maturidade.

O amadurecimento é uma forma do destino nos dar a oportunidade de provarmos a nossa humanidade perante a grandeza da vida. O amadurecimento aparece quando não deixamos que a vida nos controle por completo mas aprendemos a agir em conformidade com ela. Somos seres humanos amadurecidos quando nos relacionamos com a vida. Quando ela nos dá e nós damos em volta. Só assim é possível viver. Só assim é possível ser realmente feliz.

Tags

Cátia Barbosa

Dizem que sou sonhadora. Gosto de sonhar acordada mais do que quando estou a dormir. Prefiro o som às imagens e a natureza aos ecrãs. Acredito em magia, em sonhos que se realizam e em tudo aquilo que não se vê com os olhos. O amor move-me e foi ele que me levou às palavras. A licenciatura em Jornalismo e Comunicação tirou-me qualquer dúvida sobre aquilo que quero fazer na vida. E o amor pela rádio só veio aumentar essa certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: