fbpx
CulturaLiteratura

A Rapariga do Calendário

image

O artigo que vos trago hoje é sobre uma coleção de quatro livros (em Portugal, pois a quantidade de livros difere para alguns países). Não podemos chamar de quadrilogia, pois a história é mesmo dividida em volumes.

O volume 1 faz referência aos meses de janeiro, fevereiro e março, o volume 2 a abril, maio e junho, o volume 3 a julho, agosto e setembro e o volume 4 aos meses de outubro novembro e dezembro.

A autora desta história é Audrey Carlan e é autora best-seller do New York TimesUSA Today, e Wall Street Journal.

Estes livros contam a história de Mia Saunders.

Aqui fica o tal aviso.

*Pode conter spoilers*

Mia Saunders é uma rapariga de 20 anos que deixa de acreditar no amor, mas ao longo de 12 meses acho que mudará de ideias, ou talvez antes.

Esta rapariga vê o pai metido numa embrulhada do tamanho de um milhão de dólares. Ou seja, o seu pai tem o vício do jogo e claro que vai pedir ajudar a um agiota (que se pode dizer mais que é um idiota) e a dívida acumulada é da módica quantia de um milhão de dólares.

Mia para não ver a ameaça do agiota cumprida, de por fim à vida do Sr. Saunders, chega-se à frente e diz que em dezembro a dívida estará paga.

Depois de várias ideias, eis que se lembra de ligar à sua tia que depressa lhe arranja trabalho. Mas não é um trabalho qualquer, a proposta é de nada mais, nada menos do que acompanhante de luxo.

Por cada mês, Mia receberia a quantia de 100.000,00 dólares somente para fazer companhia a homens da alta sociedade. Claro que não era obrigada a deitar-se com nenhum deles, ela teria o seu quarto nas casas dos clientes. Só estava exclusiva de um por mês. Todos lhe pagariam a roupa, produtos de beleza, acessórios, sapatos e afins. Caso quisessem algo mais teriam de pagar mais 20.000,00€.

Fazendo as contas Mia ao fim de 12 meses teria conseguido juntar a quantia de 1.200.000,00 dólares.

Será que ganhará um pouco mais por algum extra que tenha cobrado a algum cliente? Acho que devem ler para saber.

Nesta aventura, Mia conta com a ajuda de Gin, a sua melhor amiga. Do seu pai, da sua tia e dos doze aventureiros / clientes que a recebem em sua casa.

Mas nem tudo é um mar de rosas nestes meses. Desde o pai a ter uma desavença com o idiota. Ai perdão, com o agiota.

Existem clientes que a cativem, outros que ela tenta mudar, outros que preferem agradar à sociedade em vez de seguirem o próprio coração e Mia tem de ser um pouco de psicóloga, amiga e conselheira. Mas também há quem se destaque pelas coisas mais negativas que se possam imaginar.

Posso dizer que no fim dos 12 meses, Mia tem uma enorme surpresa com dois clientes.

Mas o melhor que podem fazer é mesmo lerem estes quatro livros que têm uma escrita simples e que é muito agradável de se ler. E claro, as aventuras de Mia são muito viciantes e agarram-nos aos livros.

Deixo-vos com o booktrailer desta história.

Nota: este artigo foi escrito seguindo as regras do Novo Acordo Ortográfico.

O que pensas deste artigo?

0
Adoro
0
Estou in Love
0
Não sei bem
0
É Divertido
Ana Gonçalves
Nascida e criada em Castelo Branco, Portugal. Em 2010 nasce o meu maior tesouro, a minha razão de viver e o meu melhor amigo, o meu filho. O meu maior sonho é realizar todos os seu sonhos. Tenho um gosto enorme por viagens. Diversão e boa disposição não faltam. Nunca há mau humor por estes lados. Somente me iniciei na escrita aos 32 anos, apesar de ter o gosto pela leitura desde sempre. Os livros que me deixaram rendida à literatura foram "A Lua de Joana" de Maria Teresa Maia Gonzales, seguindo-se "Os Filhos da Droga" de Christiane F.

    Deixar Comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.