fbpx
Bem-EstarCrónicasHealthLifestyle

5 Passos para atravessar a quadra natalícia

image

A época que muitos nós esperávamos finalmente chegou! Tempo com a família, tempo para descansar, tempo para celebrar, o Natal traz sempre uma sensação de calor e luz ao Inverno. Não são só as canções de Natal a tocarem ou as cidades maravilhosamente decoradas de luzes, é toda a vibração da estação: amor, ternura, família, quase como voltar a casa e ser criança de novo!

Apesar de associarmos ao Natal uma qualidade de alegria, também toda esta quadra nos pode assoberbar: compras e embrulhar tudo para todos, preparar os pratos assegurando que não falta nada, gerir todos os membros da família, incluindo os que nos irritam. Pode ser desafiante coordenar tudo ao mesmo tempo, especialmente nos dias que antecedem o Advento. Todos estão a correr de um lado para o outro e nem sempre temos tempo para dar (e receber) a mesma gentileza que gostamos de ver no mundo, pois estamos demasiado atarefados a tentar sobreviver à época natalícia mantendo a sanidade.

Será que é possível atravessar esta fase com presença total e desfrutar de cada momento das festividades?

Aqui estão 5 passos que nos dão paz de espírito, ajudando-nos a viver este Natal da melhor forma:

Tirar tempo para observar a respiração

Tirar cinco minutos por dia para observar a nossa respiração é para a mente o que lavar os dentes é para a nossa saúde oral. O simples ato de nos sentarmos tranquilamente a contemplar os pensamentos que nos assomem torna-nos mais resilientes, mais desapegados e, consequentemente, mais eficazes e orientados para soluções.

Durante esta quadra, quando o tempo não parece ser suficiente para a lista interminável de tarefas que temos pela frente, é muito importante darmos prioridade à contemplação, pois esse intervalo irá impactar a qualidade de todos os outros momentos.

Tomar notas das nossas tarefas

Alguns não são fãs de escrever listas de afazeres, aliás, eu era uma dessas pessoas. A ideia não é criarmos listas que nos ocupem mais tempo e nos coloquem mais pressão, mas sim ter uma visão clara do que temos para fazer nesse dia e dar prioridade ao que é mais importante.

Quando escrevemos as tarefas que temos pela frente, temos melhor capacidade de organizar o nosso tempo, libertando energia para desfrutar efetivamente do processo de completar cada tarefa.

Comer Bem

Já todos ouvimos a célebre frase “somos o que comemos”. Esta quadra é caracterizada pelo excesso, especialmente no que toca a refeições. Geralmente, o organismo prefere refeições simples e equilibradas!

A melhor forma de atravessar esta época com alegria é garantir que se coloca tudo no prato antes de começarmos a comer. Quando começamos a petiscar aqui e ali, acabamos por perder noção das quantidades que ingerimos. Se formos capazes de ver o prato completo, iremos comer com mais calma e desfrutar melhor da refeição sem ficarmos enfartados.

Usar o sentido de humor

Rir é sempre a melhor medicina, pois diminui automaticamente a tensão de qualquer situação. Pode ser desafiante lidar com o trânsito, a pressa no centro comercial, os sogros ou as crianças, mas se mantivermos sentido de humor através de tudo, teremos maior capacidade de manter a sanidade na nossa mente e o sorriso no nosso rosto.

Quando a situação realmente nos fizer sentir sem qualquer réstia de humor, pensar em algo que nos faça sorrir como uma cena de um filme ou de uma série, ou uma piada que nos faz rir, ou uma criança que nos enternece ou um animal que adoramos eleva instantaneamente o nosso estado de espírito. Manter o foco nesse pensamento vai ajudar-nos a atravessar o que quer que seja com leveza.

Desfrutar do processo

E, por último, fluir através do processo com leveza. Quanto mais praticarmos o passo 1, melhor enfrentaremos o que quer que seja com uma qualidade zen que se traduz na observação distanciada de tudo e de todos (incluindo de nós próprios) e, assim, não nos identificaremos com a primeira coisa que nos vier à cabeça.

À medida que libertamos certos pensamentos ou emoções, temos maior capacidade de estar presentes no momento e desfrutar do que estiver a acontecer sem julgamento ou resistência. E assim poderemos ter uma ótima quadra, independentemente do que se passe à nossa volta.

O que pensas deste artigo?

0
Adoro
0
Estou in Love
0
Não sei bem
0
É Divertido
Natália Costa
Escrevo sobre inteligência emocional, filmes e pessoas inspiradoras, taoismo e espiritualidade. Criei o Skin at Heart para partilhar vitalidade, rejuvenescimento e mindfulness, bem como o meu trabalho literário. Para mais informações visite www.skinatheart.com

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.