EntrevistasNegócios

Um Dialetu muito Português

A Dialetu é uma startup tecnológica portuguesa que está sediada na cidade de Penafiel. Todos falamos dialetos próprios e a marca nacional tira o melhor proveito desse facto e tem um stock de acessórios de moda à disposição dos seus clientes. Os produtos são todos de designers reconhecidos internacionalmente e a gama foca-se essencialmente em relógios, óculos de sol e bijuteria de autor. A Dialetu é a única loja online multimarca de origem portuguesa que se especializa em acessórios de moda de designers, exclusivos e de extrema qualidade. Fica a conhecer os caminhos percorridos e por percorrer deste projecto com selo lusitano e que leva ao máximo uma das grandes máximas do empreendedorismo: arriscar para ganhar.

A Dialetu nasceu em 2014 pela mão da GravityDemand. O que levou à sua criação e à escolha deste nome?

Na verdade a GravityDemand só nasceu depois da Dialetu. Primeiro surgiu a ideia de criar uma loja online onde se pudesse encontrar produtos comuns com particulares únicas, quer a nível de design ou funcionalidade. O catálogo começou a formar-se quase sozinho, desde contactos feitos em viagens profissionais a artigos descobertos em passeios mais descontraídos, e todos unidos por uma característica comum, serem um motivo de conversa. É exatamente desta característica que surge o nome Dialetu. Os nossos produtos pretendem ter uma linguagem própria, serem motivo de conversa e irem de encontro à personalidade de quem os usa.

O que pretendem alcançar com este projecto?

Gostávamos que a Dialetu crescesse e nos permitisse desenvolver uma experiencia de compra única. A ideia deste

Relógio Mykonos Visus
Relógio Mykonos Visus

projecto é conseguir reunir várias valências, desde marketing, desenvolvimento, design, entre outras e com todos este conhecimento criar plataformas onde os utilizadores se sintam confortáveis e nos recomendem.

Todos os dias tentamos exceder as nossas expectativas e como tal o crescimento pessoal e o aumento de conhecimento é já uma constante do nosso dia a dia.

Em Portugal (e no mundo inteiro), existem muitas lojas online, com um conjunto alargado de ofertas. O que distingue a Dialetu das restantes lojas online?

A Dialetu diferencia-se por oferecer marcas e modelos que não são tão divulgados no mercado, mas que de certa forma se identificam com o utilizador. Quem compra na Dialetu, terá acesso a acessórios de moda únicos e que dificilmente encontrará outra pessoa com algo semelhante.

A própria gestão da loja é feita com este objectivo, criar uma experiência personalizada para cada cliente. Por exemplo, após a compra os clientes recebem e-mails sobre as diferentes fases do processamento da encomenda que são escritos por pessoas reais, os únicos e-mails automáticos que enviamos são os de confirmação de encomenda, todos os outros são personalizados e assinados por um colaborador que irá auxiliar o cliente.

MA_entrevistadialetu_2

Qual a vossa estratégia para conseguirem alcançar um crescimento sustentável?

A nossa estratégia passa por continuar a oferecer uma experiência personalizada, com produtos de qualidade e diferenciadores.

Olhando para a vossa gama de produtos é possível conotá-la com o público mais jovem. A que se deve este facto?

A escolha dos produtos é feita pelos membros da equipa, como tal, e sendo a Dialetu formada por uma equipa jovem, as escolhas acabam sempre por refletir os nossos gostos pessoais. Tentamos no entanto ser imparciais nas escolhas e temos produtos que agradam a um público mais maduro. Podemos destacar os produtos da BHO que por serem de edição limitada agradam a qualquer coleccionador. Os produtos da Triwa por exemplo, têm modelos para um estilo mais descontraído mas também para um estilo mais formal e clássico. Os relógios iconic da Aãrk que são sinónimo de bom gosto independentemente da idade. Para além disso, a nossa coleção de produtos de madeira, acaba por ser independente da idade.

Quais os objetivos traçados para 2015?

Para 2015, o objetivo principal é chegar a mais pessoas que se identifiquem com o que fazemos. Pessoas que reconheçam a marca Dialetu e que visitem o nosso site assiduamente em busca de novidades.

A crise parece estar a gerar um novo tipo de consumidor: mais exigente, mais racional nas suas escolhas, dando primazia à performance em detrimento da marca. Esta poderá ser uma tendência do marketing a manter-se por muitos anos ou consideram que passada a crise iremos voltar ao mesmo?

Para responder a esta questão, achamos essencial diferenciar dois tipos de consumidores, aquele que procura qualidade e o que procura preço. O consumidor que vai à procura do preço, nunca irá dar a devida atenção a um produto diferenciador, mais ainda, com a crise tenderá sempre a diminuir a sua atenção para estes artigos e mesmo depois da crise este hábito de consumo continuará ainda mais intensificado. Por outro lado, o consumidor que sempre deu primazia à qualidade e à performance, em momentos de crise irá procurar produtos que apesar de serem mais baratos lhe proporcionem satisfação, aumentando a sua procura por marcas alternativas, um hábito que certamente continuará após a crise, desde que encontre produtos que correspondam aos seus padrões.

Relógio Tid
Relógio Tid

Mantendo ainda a questão da relação que a crise tem actualmente com as marcas e sabendo que é uma pergunta ingrata, que marcas destacariam não só pelo nome, mas pela sua performance e criatividade de conceito?

Aqui destacamos a Hygge, que mesmo em momentos de crise optou por transferir toda a sua produção para o Japão, criando, inevitavelmente, um produto mais caro mas com uma qualidade muitíssimo superior. Podemos ainda referir a Aãrk, a Void ou a Triwa como sendo marcas com um design único e rigorosos padrões de qualidade, que continuam a dar primazia ao design inovador em detrimento de fabricar um produto corriqueiro que certamente teria um preço mais baixo.

A verdade é que, mesmo com a crise, decidiram lançar a Dialetu e, como quase todos os projectos, existe uma história sui generis na sua fundação. De que forma é que ela inspirou o desenvolvimento da marca e do negócio?

Foi a vontade de partilhar experiências e coisas com outras pessoas, aliada à vontade de fazer disso um negócio de valor. Sendo o impulsionador da ideia, formado em engenharia electrotécnica, logo com um gosto especial por tecnologia, uma loja online era a plataforma de negócio ideal.

E é em Penafiel que decidiram sediar esta startup tecnológica, quando, normalmente, este tipo de negócio encontra casa em Lisboa, ou no Porto. O que vos levou a ficar por Penafiel? Quais as suas mais-valias?

Sendo a Dialetu uma loja online, a sua localização acaba por ser pouco significativa. Além disso, Penafiel é bastante próxima do Porto o que não deixa de ser uma mais-valia. Assim, e uma vez que somos da zona, não encontramos nenhuma vantagem em sediarmos a empresa no Porto.

MA_entrevistadialetu_1
Fica a conhecer toda a gama da Dialetu na sua loja online. Para o fazeres, basta carregares nesta imagem

O que esperam trazer para Penafiel com a vossa presença?

Aumento de postos de trabalho qualificado e essencialmente a criação de um negócio com valor para a região, que possa ser referência.

O que é para vocês o empreendedorismo e de que forma pensam estar a mudar o mundo dos negócios em Portugal?

O empreendedorismo é essencialmente uma aventura que nunca sabemos como irá terminar, é o gosto pelo risco constante. Quanto a alterar o mundo dos negócios em Portugal, seria um pouco pretensioso da nossa parte se esse fosse o nosso objectivo, apenas tentamos criar valor e se desse esforço vier reconhecimento e referência para outros será um sinal que estamos no bom caminho.

Por fim, gostaria de vos pedir que terminassem de forma curta a seguinte frase: Dialetu é…

O local para descobrir coisas únicas.

Tags
Show More

Miguel Arranhado

licenciado em ciências da linguagem, pela faculdade de letras da universidade de lisboa. editor no repórter sombra. amante das artes e da cultura. politólogo de sofá. curioso por natureza. fascinado pelas pessoas e pelo mundo. crítico. perfeccionista. maníaco por informação. criativo. e assim assim…

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: