Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CinemaCultura

The Favourite

A amizade não tem preço

Estamos em contexto real: Sarah (Rachel Weisz) obedece, até à exaustão, aos caprichos da rainha Anne (Olivia Colman), não por amor e serventia genuína à realeza, mas por meros interesses e jogos de poder. Até que Abigail (a maravilhosa Emma Stone) aparece em pleno palácio, clamando auxílio à prima Sarah, em busca de emprego. Rapidamente se percebe que os encantos de Abigail a iam levar longe e, aos poucos, a posição de Sarah ia sendo posta em causa.

O título do filme, “The Favourite“, (em português “A Favorita”), não é inocente e, ao longo do filme, vamos percebendo, de forma pouco surpreendente (pela genialidade e amplitude intelectual do maestro da antecâmara, Yorgos Lanthimos) que este não dá ponta sem nó.

Um filme com um argumento extraordinário (no sentido lato da palavra), que vai pecando, no entanto, por falta de clímax dramático, apesar da incomensurável e inegável criatividade/originalidade do guião. Não é que saiba a pouco, mas deixa o essencial em aberto. Os alicerces, o que sustenta a potencial obra-prima, são as interpretações do trio talentoso e amoroso (deixo este último termo para os curiosos cinéfilos que derem uma oportunidade à película), motivando três merecidas nomeações para a grande noite dos Óscares.

Dá para perceber como o Amor, ou a ilusão dele — dessa força e essência da humanidade — pode decerto ser bastante volátil e baseado numa conduta de profunda hipocrisia sentimental. O que importava era agradar à rainha para subir na vida e ir ganhando renome junto da nobreza.

O célebre realizador grego, Yorgos Lanthimos, argumentista do esplêndido sucesso “The Lobster” (2015), excêntrico na forma, visionário no conteúdo, abre as portas a uma narrativa que deixa um certo vazio no espectador, por não conseguir elevar a sua obra intelectual a um desenlace coerente e sentimentalmente certeiro.

The Favourite

Argumento - 85%
Interpretação - 90%
Fotografia - 80%
Produção - 80%

84%

Intelectualmente atractivo, sentimentalmente modesto

Tags

Tiago Ferreira

Um jovem sonhador, com uma atitude sagaz e espírito crítico, que gosta de estar a par da actualidade e de, sobretudo, questionar as entrelinhas. Centrando-me no essencial, gosto de acrescentar uma visão muito pessoal às coisas e de, acima de tudo, partilhar a minha verdade. Apaixonado por cinema, devoro literatura — sobretudo fragmentos e poesia —, e a escrita é a paixão primordial desde sempre. O grande desígnio passa por fazer a diferença no mundo através da sensibilidade e humanidade que fazem de mim um poeta da simplicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close
Back to top button

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: