CulturaMúsica

Swift, o som da mudança

Taylor Alison Swift, nascida a 13 de dezembro de 1989, mais conhecida por Taylor Swift, é cantora, compositora, instrumentista, produtora musical e atriz norte-americana. Mais do que isso, é um ídolo à escala internacional, inspiração de muitos e digna de comparação a poucos. O seu nome, acima de qualquer identificação biográfica, é símbolo de mudança, determinação e sucesso.

O seu álbum de estreia chamado “Taylor Swift” foi lançado em Novembro de 2006, há uns meros 9 anos e vendeu cinco milhões de cópias nos Estados Unidos da América, onde foi considerado cinco vezes platina. Os singles do álbum foram dignos de enquadramento no Top 10 nos charts country e Top 40 no Hot 100 da Billboard. Em 2007, com 18 anos, recebeu o prêmio Horizon Award no CMA Awards que a identificou como uma das estrelas revelação, dos últimos anos. Com o seu segundo álbum, “Fearless“, que ficou em primeiro lugar na Billboard 200 durante onze semanas consecutivas e sendo o disco mais vendido nos EUA, em 2009, tendo vendido um total de sete milhões de cópias, sendo seis milhões delas neste local do planeta.

Uma jovem cantora que se inicia com um estilo de vidaRS_swiftonomedamudanca_1 mais “campónio”, rural e nada semelhante a outras brilhantes cantoras, como Britney Spears, que se destacaram pela irreverência e estilo tipicamente “pop”. A menina de cabelos loiros foi crescendo e transformou-se. Do seu típico registo, conquistou as canções preferidas das adolescentes e, hoje, dita tendências quanto à música. Da tímida estrela cadente nasceu a estrela em expansão, que não dá sinais de estagnação de crescimento.

Prova deste crescimento, num registo que não era o seu originalmente, é a popularidade do seu quinto álbum de estúdio, “1989“, que vem intitulado com o ano de nascimento da cantora. Este teve mais de 1,2 milhões de cópias vendidas, apenas na primeira semana, e tornou-se o álbum que mais vendeu na sua semana de estreia, desde 2002. O seu primeiro single, “Shake It Off“, atingiu a primeira posição no Hot 100 da Billboard e o segundo single do álbum, “Blank Space“, também conseguiu o mesmo feito. O quarto single do projeto, “Bad Blood“, atingiu o topo dos singles da Billboard, sendo o terceiro single do álbum a possuir este feito, ao lado de Shake It Off e Blank Space.

O site oficial da cantora permite aos fãs e interessadosRS_swiftonomedamudanca_2 ter um conhecimento mais abrangente da sua vida profissional, sendo uma estratégia de marketing intensiva com grande aplicação. Esta mesma área levou a que Taylor se pudesse expandir para diversas redes sociais, mantendo uma relação próxima e confiante com os seus seguidores. Isto mesmo pode ser comprovado com os testemunhos que os vários fãs vão deixando na Internet. Como foi possível apurar online, os fãs derretem-se, sobretudo, porque “ela está sempre a evoluir como artista! Tem imenso estilo e sabe bem coordenar o facto de ser uma super-estrela internacional com o ser jovem e divertida ao mesmo tempo (ter um grupo de amiguinhas que são super-modelos também ajuda…)”.

É este carácter inspiracional que Taylor Swift parece ter nos fãs que a levam a arrastar multidões para os seus concertos e, a um nível mais intimo e intenso, permite-lhe ser o exemplo de muitas jovens. Uma modelo que sonhou, trabalhou e conquistou o mundo, com uma idade tão reduzida. Isto é o que se vê nos olhos da cantora que não se limita a preocupações de beleza, fama e popularidade.

Existem objectivos a cumprir e metas a atingir para todasRS_swiftonomedamudanca_3 as jovens mulheres deste mundo. Swift é a prova de que todas podem conseguir. Swift é a mudança escrita nas músicas e embalada na melodia. É o som da confiança e da conquista. O seu batom vermelho instiga o espirito das jovens, enquanto os seus olhos azuis transmite-lhes segurança. E tu? Pronto a dançar ao som desta música, enquanto trabalhas nos teus sonhos?

Tags
Show More

Raquel Soares

Aluna de Direito na Universidade Do Minho com uma paixão por livros, filosofia, psicologia e o mundo. Não procuro um mundo melhor, mas esforço-me para construí-lo!
Sou activista da Amnistia Internacional em Portugal e participante em projectos que visam a dinamização e a efectivação dos Direitos Humanos.
Membro da Associação Universitária de debates nacional e colaboradora da ELSA UMinho.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: