Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Bem-EstarLifestyle

Seguir em frente não é esquecer

Todos somos diferentes. Quando nascemos, nascemos prontos para marcar a diferença e acrescentar algo novo ao mundo. No entanto, não sermos iguais é, muitas vezes, motivo de discórdia e, na pior das hipóteses, de conflito.

As relações humanas não são fáceis. Personalidades distintas podem entrar em “choque” e personalidades idênticas também. Uns pensam de determinada forma, outros de outra. E nem sempre é fácil lidar com a diferença, com pensamentos com os quais não concordamos ou com atitudes que vão de encontro ao nosso modo de vida. Tudo isto pode contribuir para que, consciente ou inconscientemente, nos desiludamos com alguém.

Quando a desilusão aparece são muitos os que tendem a “seguir em frente”. Estas três palavras são constantemente utilizadas com o intuito de esquecer, não pensar mais em determinado assunto ou simplesmente “deixar para lá”. A questão que se coloca é “será que isso acontece mesmo? Seguir em frente é o mesmo que esquecer?”

Para seguirmos corretamente em frente torna-se necessário resolver os problemas que temos com as outras pessoas. Não é à toa que se diz que “a comunicação é a base de tudo”. Assim, comunicar, expor os problemas e tentar solucioná-los é o ponto de partida para seguirmos, de facto, em frente. No entanto, nem sempre é possível solucionar todas as questões. Não podemos nem devemos impor o que quer que seja ao outro e, nesse caso, o melhor é sempre respeitar a forma de estar de outrem assim como a sua forma de lidar com determinadas situações.

Posto isto, não é, de todo, saudável guardar o que quer que seja só para nós. É preciso libertar e dizer, sempre de modo respeitoso, o que temos a dizer antes de irmos embora. Só assim poderemos, realmente, seguir em frente: sem fantasmas, sem ecos ou sentimentos reprimidos.

Tags
Show More

Cátia Barbosa

Licenciada em Jornalismo e Comunicação. Apaixonada por rádio e pela escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: