CinemaCrónicasCultura

Robin uma Mulher?

Rumores norte-americanos têm dado conta de que, em breve, irá haver uma tremenda conferência de Super Heróis da BD num só filme. Batman, Super-Homem, Mulher Maravilha e, pelos vistos, Robin vão estar juntos num só filme. Com toda a certeza que quem olha para isto começa logo a ficar com o pé atrás e com muita razão, porque excessos num filme com pessoas de carne e osso nunca levaram a lado algum.

Provavelmente a ideia original de Batman/Super-Homem era mais do que suficiente, mas o negócio não anda lá muito famoso para os Comics, dado que estão a perder terreno e dinheiro (muito dinheiro mesmo) para os Animes e, como tal toca, a aliciar um realizador com mais umas personagens, para se ganhar um extra. Extra este que faz sempre jeito, ora pois.

No entanto, o ponto mais polémico no meio de tudo isto não é a “Salada de Super-Heróis” com que supostamente vamos ser brindados nesta produção cinematográfica. Segundo a fonte, tudo parece indiciar que Robin, parceiro de Batman nas séries/banda desenhada/filmes, vai ser uma Mulher! Sim, Robin, que já foi um adolescente e um jovem adulto, poderá vir a ser uma Mulher. Pelos vistos, tal tem a ver com os castings femininos que estão a ser levados a cabo pelo realizador do Batman/Super-Homem.

Pessoalmente, sou contra estes radicalismos. Não sou contra o facto de Robin poder vir a ser uma Mulher, facto que convêm sublinhar, para se evitar, desde já, eventuais mal entendidos. Até porque, quando a actriz é de qualidade, o resultado final será também de qualidade. A prova de tal é o excelente trabalho que Scarlett Johansson levou a cabo no Capitão América – O Soldado do Inverno.

O problema aqui é que, olhando para todos os Batman que tiveram sucesso recentemente no mundo do cinema, verificamos que não existe razão alguma para que de repente Robin deixe de ser um Homem para passar a ser uma Mulher. Quando o cinema opta por estes caminhos nada lógicos, o resultado é o desastre total que todos vimos nas novas versões cinematográficas do Homem-Aranha, por exemplo.

Muitos poderão dizer, e com razão, que a Banda Desenhada está a apostar numa mudança radical de todos os seus Super-Heróis (a título de exemplo, o Thor é agora uma Mulher e o Capitão América um afro-americano), mas o cinema e a BD são dois mundos completamente diferentes e distantes. Para além de que, em termos de investimento, os valores são muito mais reduzidos na BD e os riscos mais baixos.

Concluindo, o filme Batman/Super-Homem parece querer ser tão exclusivo e apelativo que vai acabar por ser vítima dos seus próprios excessos. O que é uma pena, pois já começam a ser raros os Super-Heróis que passam da BD para o Cinema com (relativo) sucesso.

Tags
Show More

Pedro Silva

“É preciso provocar sistematicamente confusão. Isso promove a criatividade. Tudo aquilo que é contraditório gera vida.” (Salvador Dalí)

Crítico, opinativo e com mente aberta. É isto que caracteriza um Cronista.

Related Articles

2 thoughts on “Robin uma Mulher?”

  1. Sugiro que o Reporter sombra investigue a historia “The Dark Knight Returns”, de Frank Miller, uma das mais conhecidas e aclamadas historias do Batman, e terá lá a resposta que procura.

    1. Pedro o artigo não se esgota no título. Aborda uma questão bem mais ampla e complexa do que a base do filme.

      E mau era se eu tivesse escrito o dito artigo sem saber onde foi o realizador do filme buscar a sua base de trabalho..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: