Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
SociedadeSociedade

Reinventando Vidas

De um lado a vida, do outro a morte. Ninguém sabe o que esperar daqui a alguns anos, meses, semanas, dias, horas, minutos, segundos. Tudo o que temos por certo é a morte, mas o que é a morte?

A inexistência de vida? A passagem para outro mundo? A entrada para o céu? Enquanto crente, creio que é o inicio de uma vida gloriosa junto de Deus, a adorar e a louvar o Criador. E até ter esta certeza, o que era a morte?

Impossível saber. Restava apenas formar teorias e conhecer hipóteses e nenhuma delas levava ao caminho da paz e felicidade. Qual é o homem que se alegra em saber que no fim de contas a única coisa que lhe resta é a morte?

A única conclusão a que se pode chegar é que devemos viver o melhor que podermos, mas como o poderemos fazer?

Em primeiro lugar, é preciso saber o que é viver o melhor que podermos. É satisfazermos os nossos desejos e esquecer tudo o resto? É alcançar o que queremos e esquecer o resto? Apenas nós interessamos? E aqueles que vivem à nossa volta? Não merecem também que pensemos neles?

Vale tudo apenas para nós estarmos felizes? Como seriamos se apenas nós fossemos felizes? O que é então viver o melhor que podermos?

É conseguirmos estar felizes, porque os outros estão felizes, porque se os outros não estiverem felizes, nós, eventualmente também não estaremos.

Mas como podemos nós alcançar isto?

Um simples ato de altruísmo pode fazer toda a diferença.

Muitos indagarão: Mas isso não me vai trazer beneficio nenhum?

Imaginemos que, por algum motivo, estamos no hospital e não apareceu ninguém para nos ver para além da nossa mãe e o nosso pai. Como nos sentiríamos?

Nós podemos fazer a diferença na vida das pessoas. Vamos tentar?

Tags
Show More

José Miguel Silva

Para além do meu interesse pela escrita interesso-me pelo desporto, pela religião, pela cultura e pela música. Sou crente em Jesus Cristo. Sou cinto negro em Karate Wado e treinador de grau 1, o que complementa a minha formação do secundário como técnico de apoio à gestão desportiva. Sou voluntário numa ipss, onde estagiei. Nos dois anos de estágio lidei com crianças, jovens e séniores na área de apoio social e de ocupação de tempos livres, para além disto fui um "faz tudo" (desde a organização de atividades, à participação nessas mesmas atividades). O meu pai foi dono dum restaurante, onde eu pude também dar o meu contributo como empregado de balcão. Faço também parte de um grupo de teatro amador dinamizado pelo centro de artes e cultura da minha cidade, Ponte de Sor. Frequentei o curso de gestão na estg em portalegre, durante dois ou tres meses, não tenho a certeza... Não gostei do curso. No meio de tudo isto ainda escrevi um livro de poesia. Neste momento encontro-me na Licenciatura de Desporto e Bem Estar em Leiria. Espero que apreciem o trabalho fruto do dom que Deus me deu. Caso vos apeteça, passem pela minha página de facebook, https://www.facebook.com/jmcmms/ , onde regularmente partilho o meu trabalho.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: