Desporto

Portuguesas ficaram-se pelo sonho…

Brasil venceu (3-0) e conquistou o título mundial pela terceira vez.

 

Oliveira de Azeméis recebeu, na última semana, o Mundial de Futsal feminino que culminou, neste domingo, com uma final lusófona. Frente-a-frente estiveram a selecção portuguesa (que já havia sido vice-campeã da categoria em 2010, em Espanha) e a selecção brasileira que venceu as duas edições desta competição. As duas equipas já se tinham encontrado neste torneio, mais precisamente na passada quarta-feira, em encontro do Grupo A, e que terminou com a vitória das campeãs mundiais (3-2). Pelo que, e apesar de não serem favoritas, havia a expectativa de se assistir a uma desforra lusa nesta final.

Apesar de contar com o apoio das cerca de 2500 pessoas que se deslocaram ao Pavilhão Doutor Salvado Machado, Portugal sentiu a pressão de estar a jogar a final e foi bastante pressionado pelo Brasil nos minutos iniciais, sendo que Cilene (1’ e 4’) e Vanessa (3’) foram as jogadoras mais perigosas. A selecção lusa sacudiu um pouco a pressão (6’) quando Rita rematou para uma boa defesa de Jozi, após um lançamento lateral efectuado por Ana Azevedo. De seguida foi a vez da guardiã portuguesa Ana brilhar ao defender, de forma extraordinária e na mesma jogada, os remates de Vanessa e Lucileia (7’). Jorge Braz ainda pediu um desconto de tempo para tentar quebrar o ímpeto do Brasil só que isso não aconteceu. E, sem surpresas, as canarinhas chegaram mesmo à vantagem, aos onze minutos, por intermédio de Cilene. O golo teve o condão de libertar as jogadoras portuguesas que passaram a actuar mais no meio-campo ofensivo. Aos 13 minutos, Melissa rematou ao poste. E, aos 15’, a guarda-redes Jozi foi obrigada a aplicar-se aos intentos de Pisco e Melissa. Portugal estava a viver o seu melhor momento na partida só que, e contra a corrente do jogo, as brasileiras voltaram a marcar por Vanessa (16’), na cobrança de um livre indirecto.

Dividida entre duas jogadoras

Apesar da desvantagem, as portuguesas entraram fortes e determinadas a virar o rumo dos acontecimentos na segunda metade. A capitã Rita esteve pertíssimo de marcar (24’) mas Cilene impediu a festa lusa mesmo em cima da linha de baliza. Aos 25 minutos foi a vez da guardiã Jozi impedir o remate de Inês. Porém, e como já tinha acontecido no final da primeira parte, o Brasil matou o jogo no melhor período português com um remate cruzado de Marcela (26’). O terceiro golo das campeãs mundiais acabou de vez com as aspirações lusas. As atletas desanimaram e o resultado ainda podia ter sido mais expressivo, não fosse o poste travar os remates de Ju Delgado (22’) e Vanessa (38’).

Para além de Brasil e Portugal, o último lugar do pódio foi ocupado pela Espanha que, no jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares, bateu a Rússia por 1-0.

Tags
Show More

Nélio Moreira

Tenho 24 anos e sou mestre em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. A área que mais me agrada é o desporto. Adoro escrever sobre qualquer modalidade, embora dê um maior destaque ao futebol, pelo que o jornalismo desportivo é uma vertente à qual vou estar sempre ligado.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: