Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Bem-EstarLifestyle

Perdoar é ser livre

Sempre me perguntei o que era o perdão. As respostas que todos me davam rondavam sempre o “perdoar não é esquecer”. Ok, se perdoar não é esquecer, o que é o perdão?

Perdoar é um acto de amor. Só quem ama é capaz de perdoar, afinal, não é fácil perdoarmos alguém que quebra promessas, nos trai e nos faz mal. A verdade é que poucas coisas na vida são fáceis. O dia a dia é uma luta constante e são maiores os fracassos do que os sucessos. No entanto, tudo fica melhor, quando temos alguém a nosso lado que nos ajuda a suportar o peso do mundo e que demonstra querer a nossa felicidade acima de tudo o resto. E quando há uma ruptura fruto de uma traição por parte de outrem não há forma de esquecer a dor que essa traição nos causou. O nosso último acto de amor só pode ser o perdão. Um perdão que não significa esquecimento e que, muitas vezes, nos ajuda a seguir em frente sem qualquer mágoa ou rancor.

Perdoar não é nada mais nada menos do que um acto de coragem. Só os corajosos conseguem pôr a mágoa de lado e perdoar aqueles que rasgaram um bocadinho de si ao meio. Só os corajosos conseguem entender que dar o nosso perdão é a resposta mais adulta que podemos dar a alguém. E o melhor de tudo é que perdoar não implica ficar. Por vezes, o melhor é deixarmos os ressentimentos de lado, mas optarmos por ir embora para que não seja necessário usar o perdão mais uma vez. E mais uma. E outra. Infelizmente, existem sempre milhares de pessoas que abusam dos mais corajosos. Sim, aqueles que têm uma capacidade gigante de conseguir perdoar. Contudo, se perdoar não é esquecer, também não é continuar. Continuar a lidar com decepções, traições e faltas de respeito. Perdoar é exactamente o oposto. É limparmos o nosso coração da raiva que sentimos e seguirmos em frente sem qualquer sentimento mau dentro de nós, mesmo que isso implique deixarmos alguém para trás.

É. Não há um significado específico que possa descrever o cato de perdoar. Talvez, porque seja um ato tão corajoso que não existam palavras para o descrever. Porque as coisas para as quais não existe uma definição concreta implicam sentimentos. E o perdão exige um misto de sentimentos. Perdoar é ser livre. É ser livre de voar para longe na certeza de que quando voltarmos há mais uma desilusão à espera. Afinal, a vida é feita delas.

Tags
Show More

Cátia Barbosa

Licenciada em Jornalismo e Comunicação. Apaixonada por rádio e pela escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: