Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
LifestyleTelevisão

Netflix – Veio para ficar?

A Netflix surge em 1997 nos Estados Unidos da América como um serviço de entrega de DVD pelo correio. Em 2007, meros dez anos mais tarde, começa o serviço de streaming. Três anos depois, lança-se além fronteiras: chega ao Canadá. Em 2012, alarga-se para o Reino Unido, Noruega, Dinamarca, Suécia e Finlândia. 2013 para a Holanda.

Surge em Portugal em 2015. No ano seguinte, chega a outros países de língua portuguesa: Angola, Moçambique e Cabo Verde.

20 anos depois do lançamento, mais de 190 países têm acesso à famosa plataforma. Em 2017, fez um acordo com iQiyi, uma plataforma de streaming de séries e filmes na China, diminuindo assim o número de países sem Netflix para três: Coreia do Norte, Síria e Crimeia.

A razão do sucesso da Netflix? São várias. Vamos enumerá-las:

1. A diversidade. Tem centenas de séries, filmes e documentários. Nas séries, os géneros passam por thrillers, romance, terror, dramas, comédias, crianças e estão divididos também, entre outros, por programas britânicos e americanos. Algumas dos géneros dos filmes são anime, filmes independentes, filmes internacionais, comédia stand-up, música e musicais, documentários e escolhas dos críticos.

2. Conteúdo único. A Netflix extreou-se em 2013 com conteúdo criado por eles, com House of Cards. Desde aí tem produzido aclamados filmes e séries, entre os quais temos Game Over, Man! (2018), The week of (2018), The Open House (2018), Orange is the New Black (2013), Sense8 (2015), Stranger Things (2016), 13 Reasons Why (2017), The Good Place (2016), Atypical (2017) e Black Mirror (2016), respectivamente.

3. Recomendações. Com base nos filmes e séries que visualizamos, a Netflix recomenda outras. Não só recomendações gerais, mas especificamente. “Porque viste Once upon a Time” e tem dezenas de séries e filmes com o mesmo tempo ou semelhanças.

Tem também géneros que normalmente não existem noutras plataformas. “Séries com suspense”, “Filmes de Hollywood”, “Séries Internacionais”, “Televisão adolescente para Melhores Amigos”, “Filmes e séries para jovens adultos”, “Documentários e Reality TV” e a minha preferida – “Séries que tenham uma forte protagonista”.

4. Uso fora de casa. Uma das grandes novidades e dos maiores pontos fortes da Netflix é a possibilidade de utilizar a plataforma fora de casa. Com uma aplicação disponível para Android e iOS, é possível ver as suas séries preferidas em qualquer local! No metro, autocarro ou num café. Até no ginásio!

Com cada vez mais ginásios a modernizarem-se e a colocarem ecrãs embutidos com acesso à internet em certos aparelhos, até é possível ver House of Cards ou Grey’s Anatomy, enquanto corre na passadeira. A aplicação dá-lhe também oportunidade de fazer download de qualquer programa para que possa usufruir das suas séries preferidas numa longa viagem de carro onde não vá ter acesso à internet.

5. Preço. Tem planos diferentes, dependendo da sua preferência. Todos os planos incluem visualizações ilimitadas e HD. Se tiver outras pessoas interessadas, o melhor plano é o de 14 euros que permite ter até 4 acessos diferentes em simultâneo. O que quer isto dizer?

Que pelo simples preço de 14 euros , pelo menos 4 pessoas podem ver as séries, filmes e documentários que desejarem ao mesmo tempo sem anúncios e sem falhas.

6. Internacionalidade. Como referido anteriormente, mais de 190 países têm acesso ao Netflix. Isto significa que pode aceder à sua conta em praticamente qualquer local do mundo. Há um pequeno senão: só poderá ver as séries e filmes disponíveis no país onde se encontrar na altura. Nem todas as séries estão disponíveis em todos os países: Portugal não tem (ainda) acesso a séries como This is Us, Grey’s Anatomy  e filmes como The Incredibles 2. Contudo, para os amantes de séries/filmes ainda não colocados: não desesperem! A Netflix tem uma página onde os clientes podem fazer pedidos de filmes e séries a serem colocadas na plataforma.

Daqui para a frente? Adicionar mais séries, filmes e documentários, continuar a produzir fantásticos filmes e séries e continuar com preços aliciantes. A Netflix surge numa altura em que é mais provável uma pessoa comum ver  séries e filmes fora de casa do que dentro. Surge numa altura em que cada vez mais e mais pessoas preferem ver entretenimento no computador/telemóvel/tablet do que na televisão. Surgiu numa altura crucial e tem tudo, mesmo tudo, para continuar a prosperar e a fazer felizes milhões de clientes.

Como se costuma dizer – mas tendo em conta o tempo verbal e o sujeito – a Netflix venit, vidit, vicit (veio, viu, venceu).

Tags
Show More

Maria Capitão

(quase) Licenciada em Estudos Clássicos, sempre estive indecisa em qual seria a minha profissão de sonho: professora ou bióloga marinha? Ainda não me decidi totalmente e, para piorar, ser professora do quê? Latim? Português? Inglês? Enquanto não decido, passo o meu tempo livre a ler livros, ver séries e filmes, a ser voluntária numa associação de animais e a jogar videojogos, às cartas e jogos de tabuleiro com amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: