Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Bem-EstarLifestyle

Não Precisamos de Estar Sempre a 100%

Quando tentamos reprimir aquilo que sentimos por percebemos como é tão negativo para nós – medo, ansiedade, tristeza, desmotivação, stress, perda, fracasso, ressentimento, frustração, o que acontece é que ainda tornamos essa dor pior. Classificamo-la como algo terrível que não devemos sentir. Ou porque não é nada agradável ou porque estamos obcecados em estar sempre bem. A felicidade torna-se o nosso objetivo de vida e tudo o que a estrague merece o nosso desprezo.

Para anestesiar a dor que sentimos, compensamos com outros excessos. Para superar a falta de algo, voltamos o nosso foco para outro lugar, gerando muitas vezes vícios ou felicidades passageiras e ignorando o que, ainda que difícil, precisa da nossa atenção.

Os sentimentos negativos que tantas vezes surgem na nossa vida servem de aviso. Aviso para mudarmos algo na nossa atitude ou forma de ver o mundo. Aviso para mudarmos as nossas prioridades ou para aprendermos algo. Podem ainda servir para nos apercebermos das coisas positivas que existem à nossa volta, nem que seja o reconhecimento pelo contraste.

Quando negligenciamos ou tentamos anestesiar o que sentimos, esse sentimento aloja-se em nós e vai sendo negado e reprimido. Gastamos a nossa energia a tentar combatê-lo ou ignorá-lo, mas a verdade é que os sentimentos negativos são desencadeados por alguma razão. E perceber esse sentimento é importante para o ultrapassar.

Se o ignorarmos, estamos apenas a mascarar a dor, acabando com ela naquele momento, mas apenas adiando o inevitável: uma explosão mais forte que será desencadeada da próxima vez.

Focar a atenção sempre nos aspetos positivos altera a nossa perspetiva de vida e forma de encontrar soluções para os problemas que surgem. No entanto, recalcar aquilo que sentimos por estarmos tão obcecados com a felicidade pode acabar por ter em nós o efeito contrário.

Assim, aceitar todos os sentimentos não é o mesmo que nos centrarmos apenas no que é negativo à nossa volta. É, sim, aceitar aquilo que sentimos, perceber a causa e tentar encontrar uma solução, sem nunca esquecer que não é um aspeto negativo na nossa vida que vai anular tudo o que de extraordinário existe ao nosso redor.

Tags
Show More

Beatriz Guerra

Apaixonada por escrever, ler e viajar. Adoro ouvir histórias de vida e histórias de sucesso. Interesso-me, igualmente, por temas como: bem-estar e estilos de vida, desenvolvimento pessoal, viagens, cultura, idiomas e sociedade.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: