Desporto

Messi e Del Bosque são os melhores do Mundo!

Pela quarta vez consecutiva…

Lionel Messi voltou a vencer a Bola de Ouro da FIFA. «É incrível receber este prémio pela quarta vez consecutiva. Quero agradecer aos meus colegas do Barcelona, especialmente ao Andrés [outro dos candidatos ao prémio]. É um prazer estar sentado ao teu lado, e também treinar e jogar contigo. Quero também agradecer à selecção argentina, a todos os meus treinadores, à minha família e amigos e, sobretudo, à minha mulher e meu filho», declarou o jogador, orgulhoso, que marcou 91 golos no ano passado, ultrapassando o recorde de 85 tentos marcados por Gerd Muller em 1972/73. Para além de Iniesta (que conquistou a Taça do Rei – tal como Messi – pelo Barcelona, venceu e foi considerado o melhor jogador do Europeu, com a selecção espanhola) também Ronaldo estava na corrida. Mesmo antes da cerimónia, o português mostrava estar de «consciência tranquila»: «Não é um prémio de vida ou de morte. Se ganhar tudo bem, se não o prémio também fica bem entregue». Contudo, o jogador do Real Madrid não conseguiu esconder a desilusão na hora da atribuição do troféu, saindo de Zurique em silêncio. Já o Presidente da FIFA, Joseph Blatter, referia que «ambos merecem ganhar o prémio de melhor jogador do ano» porque «Messi é o mestre do futebol básico» e «Ronaldo é uma espécie de marechal do campo de batalha.»

Ronaldo desiludido

Para além disso também estava em jogo o título de melhor treinador do ano. Os candidatos eram José Mourinho (que conquistou a liga e a Supertaça espanhola pelo Real Madrid), Vicente del Bosque (que venceu o Europeu com a Espanha) e Pep Guardíola (que apenas ganhou a Taça do Rei pelo Barcelona). Antes do evento falava-se que Del Bosque iria conquistar o troféu que, sobretudo, serviria para homenagear a carreira do técnico, de 62 anos. E foi a partir de casa, em Madrid, que Mourinho constatou o que já previa: Vicente del Bosque foi eleito o melhor treinador de 2012. «Felicito os meus colegas, Guardíola e Mourinho. Para mim é um orgulho representar o futebol e a selecção espanhola. Primeiro quero dirigir uma palavra aos jogadores da selecção espanhola que aqui estão e que nos tornam muito melhores, porque são bons e têm um excelente comportamento. Em segundo lugar agradeço à federação, sobretudo aos técnicos que trabalham comigo, e quero recordar todos os treinadores que tive na carreira. Todos os seus ensinamentos ajudaram-me a ser o treinador que sou hoje. E, se me permitem, quero deixar aqui uma reflexão: todos os que estamos no futebol sentimos a paixão e o fascínio por este desporto. Todos queremos o mesmo, que é ganhar, e creio que estamos todos obrigados a defender o futebol, a mimá-lo e cuidá-lo e, se possível, a aplicar a melhor ética e conduta profissional», afirmou o treinador que, na sua carreira, já conquistou um Mundial, um Europeu, uma Taça Intercontinental, duas Ligas dos Campeões, uma Supertaça Europeia, duas ligas e duas Supertaças espanholas.

Del Bosque melhor treinador 2012

É, ainda, de destacar a atribuição do Prémio Puskas a Miroslav Stoch pelo golo marcado pelo médio do Fenerbahçe, a 3 de Março, frente ao Gençlerbirligi, e a entrega do título de melhor jogadora do ano para Abby Wambach. A atleta, de 32 anos, foi uma peça importante na conquista dos Jogos Olímpicos Femininos por parte dos Estados Unidos. Para além disso, a lista do onze ideal da FIFA é inteiramente composta por jogadores que actuam no campeonato espanhol. Em baixo veja o vídeo do melhor golo do ano de 2012 e a lista completa de prémios que marcou a cerimónia da Bola de Ouro da FIFA.

Lista de vencedores:

Bola de Ouro 2012 – Messi (Barcelona) e Wambach (Magic Jack)

Técnico do Ano 2012 – Del Bosque (Espanha) e Sundhage (Estados Unidos)

Selecção Mundial da FIFA/FIFPro World XI – Iker Casillas, Dani Alves, Marcelo, Gerard Piqué, Sergio Ramos, Andrés Iniesta, Xabi Alonso, Xavi Hernandez, Cristiano Ronaldo, Radamel Falcao, Lionel Messi

Prémio Puskas 2012 – Stoch (Fenerbahçe)

Prémio Presidencial – Franz Beckenbauer

Prémio FIFA Fair Play – Federação de Futebol do Uzbequistão

Tags
Show More

Nélio Moreira

Tenho 24 anos e sou mestre em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. A área que mais me agrada é o desporto. Adoro escrever sobre qualquer modalidade, embora dê um maior destaque ao futebol, pelo que o jornalismo desportivo é uma vertente à qual vou estar sempre ligado.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: