ArtesCultura

Mar

Hoje não desenho sobre o tempo de ócio, mas do lugar. Para quem não “é” do mar, poder observá-lo e nele apenas estar é uma dádiva. Um privilégio. E é ao nascer ou ao por do sol quando ele parece querer dizer-nos que está vivo e pulsa. Assim se passou este fim de semana, junto à natureza, no seu estado mais puro e bruto. No mar.mar

Tags
Show More

Ricardo Jorge

Lisboa, 1978. Licenciado e mestre em Arquitectura pela Universidade de Lisboa, estudou também Design e Ensino das Artes. Paralelamente a estas áreas desenvolve trabalho em Ilustração e Desenho com exposições regulares em Portugal.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Check Also

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: