MundoPolíticaPortugal

Lula e Sócrates, “irmãos” até nos escândalos

Luís Inácio Lula da Silva ex-presidente brasileiro. A investigação a Lula da Silva confirma o momento de incerteza política vivida no Brasil. Este anda a ser investigado pelo Ministério Público do estado de São Paulo. Foi pedida a prisão preventiva do ex-presidente sob alegados crimes de lavagem de dinheiro e falsa declaração patrimonial. Os responsáveis do Ministério Público de São Paulo criticaram a reacção de Lula depois de ter sido conduzido pela polícia para prestar depoimento como suspeito na Operação Lava Jato. Esta é uma investigação em andamento realizada pela Polícia Federal do Brasil, cuja deflagração foi iniciada a 17 de Março de 2014, com o cumprimento de mais de uma centena de mandados de busca e apreensão, de prisão temporária, de prisão preventiva, tendo como objectivo apurar um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar mais de 10 biliões de reais.

Cassio Conserino, Fernando Henrique Araújo e José Carlos Blat, procuradores que assinaram o pedido de prisão preventiva, argumentam que Lula “inflamou a população a voltar-se contra as investigações criminais” a seu respeito.AR_lulaesocrates_destaque Os quatro filhos e a mulher de Lula da Silva também estão a ser investigados. As investigações recaem sobre os filhos Fábio Luís, Sandro Luís, Luís Cláudio e Marcos Cláudio. Em causa está o dinheiro usado em obras num apartamento triplex e noutro local do estado de São Paulo e montantes recebidos por Lula nas suas palestras, que podem ter sido pagos por empresas de construção investigadas no processo Lava Jato. José Sócrates ex-primeiro-ministro português. Estes dois nomes estiveram à frente dos destinos dos dois países “irmãos” durante vários anos. Estas duas figuras têm vários pontos em comum. Para além do trabalho político, Lula da Silva foi o convidado do anterior chefe de estado no lançamento do livro (o mesmo livro que foi comprado, vários exemplares, pelo grande amigo que também foi passar umas férias a Évora) e agora estão os dois com problemas com a justiça. Quer dizer, um foi libertado mas acho que quando se ouviu a história do brasileiro, todos nos lembrámos do engenheiro. José Sócrates esteve preso preventivamente no Estabelecimento Prisional de Évora mais de nove meses, tendo esta medida de coação sido alterada para prisão domiciliária, com vigilância policial, a 04 de Setembro passado. Desde Outubro que está em liberdade, embora proibido de se ausentar de Portugal e de contactar com outros arguidos do processo. E não existe data para começar a ser julgado. Sócrates foi detido a 21 de Novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Um amigo de ambos e dono da construtora Odenbrecth foi condenado por corrupção e branqueamento de capitais. Marcelo Odenbrecth vai cumprir 19 anos de prisão. O presidente do Peru também foi “apanhado” num dos documentos desta empresa. Nesse documento havia uma cifra com quatro milhões e meio de reais.

Vamos centra-nos nos outros dois homens. É que uma carta rogatória, mandada pelas autoridades brasileiras, chegou a Portugal no verão do ano passado. Foi neste momento que as dois operações começaram a interligar-se. Lava Jato e Portugal. As luvas que o ex-diretor da Petrobras, a maior petrolífera estatal brasileira, Renato Duque terá recebido como moeda de troca dos favorecimentos às empreiteiras daquele país foram provenientes de uma conta do Banif (que, entretanto, faliu). Nós temos a Operação Marquês, eles têm a Operação Lava-Jacto. Esta operação abalou os alicerces da maior empresa brasileira, a “Petrobras”.

As suspeitas sobre os actos praticados por Lula da Silva existem há muito tempo. O ex-presidente do Brasil havia, sempre, passado pelos intervalos da chuva no caso do Mensalão, no qual muitos dos seus mais directos colaboradores foram condenados a pesadas penas de prisão. Muitos disseram que era impossível o seu melhor amigo e chefe da sua Casa Civil, José Dirceu, estar envolvido e Lula não saber. As ligações de Dirceu, investigado na Operação Lava Jato, a Portugal não se ficam por aqui. Segundo uma biografia não autorizada publicada há três anos, o homem forte de Lula ofereceria a sua influência a várias entidades portuguesas, pedindo em troca doações para si e para o seu partido, o PT. Foi assim com a Ongoing e com a Portugal Telecom. Segundo o jornalista que escreveu a biografia, Ricardo Espírito Santo (antigo dono disto tudo), representante do Banco Espírito Santo no país, chegou mesmo a ir ao Planalto para discutir a possibilidade de a Portugal Telecom, empresa associada ao banco, doar oito milhões de euros ao Partidos dos Trabalhadores.

Mas o que os dois casos têm em comum?

AR_lulaesocrates_2José Sócrates terá recorrido a Lula da Silva para interceder junto do governo brasileiro a favor da Octapharma. Isto aconteceu depois de ter abandonado o executivo, devido PREC 4 não ter avançado e antes da entrada do FMI. A imprensa brasileira revela também que a actual Presidente do Brasil, Dilma Russef, escolheu a cidade do Porto para um encontro discreto com Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal brasileiro, supostamente para discutir o caso Lava Jato. A presidente Dilma já veio declarar que teria muito “orgulho” se o ex-líder do PT quisesse fazer parte do seu governo. A defesa do politico fala em perseguição.

O ex-Presidente e fundador do Partido dos Trabalhadores brasileiro (PT) assegurou aos cerca de cinco mil militantes do PT que se reuniram em São Paulo que está vivo e preparado para disputar a Presidência em 2018.

Quando falamos no caso de José Sócrates, não podemos esquecer o papel da televisão em tudo isto. O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) revogou a providência cautelar que, desde 27 de Outubro último, impedia o jornal Correio da Manhã de publicar notícias sobre o ex-primeiro-ministro José Sócrates e a Operação Marquês. Em finais de Outubro, o Tribunal de Instância Central deu provimento a uma providência cautelar apresentada pela defesa de José Sócrates para impedir a divulgação de notícias relacionadas com o processo “Operação Marquês” pelo grupo Cofina, proprietário do Correio da Manhã. Portugal e o Brasil estão com muito azar no que toca aos políticos que os comandam, mas Marcelo Rebelo de Sousa, empossado recentemente já garantiu que vai fazer de tudo para combater esta epidemia. Portugal é considerado o vigésimo oitavo país mais corrupto do mundo. Estes são alguns dos pontos onde as investigações aos dois políticos se encontram.

Tags
Show More

Andreia Rodrigues

Fui para jornalismo pois sempre me interessou o que se está a passar no mundo e gostaria de fazer parte dessas mudanças. Sou comunicativa e uma amante das artes. Na escrita sinto que ganho assas para viver outras vidas e penso que é um grande complemento ao jornalismo. A criatividade é a minha principal faceta e a vontade de trabalhar e aprender cada vez mais a gasolina que me move em busca do meu lugar ao sol no mundo da comunicação social.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: