LifestyleViagens

Londres – Onde Nem Tudo É Chuva

Acabaste de aterrar em Heathrow. E agora? Nada de pânico. Olha à volta e de certeza que encontras uma indicação para o metro. O metro é o transporte mais rápido e eficaz para conseguires chegar ao centro de Londres. A título de curiosidade fica a saber que o metro de Londres é o mais antigo e o segundo maior do mundo.

Vai directo ao hotel e faz o check in. Não percas muito tempo a descansar, porque a cidade tem muito para ver. Calça os sapatos mais confortáveis que tenhas e sai porta fora. Se tiveres a sorte de ficar hospedado no centro da cidade basta saíres do hotel e tens logo uma panóplia de parques bem perto. Aconselho-te o Hyde Park, o Regent’s Park e o Richmond Park. Já chega de ver Natureza? Sem problema. Não é por acaso que Londres é, simultaneamente, uma cidade moderna, agitada, cosmopolita, romântica e histórica. Há sempre alguma coisa a acontecer e há sempre mais alguma coisa para ver. Para a primeira noite aconselho a passar na Piccadilly Circus. Por norma está sempre cheia de gente e existe uma energia palpável nesta praça que nos faz sentir que tudo é possível. Se fores amante de musicais, então, estás no sítio certo. Dá uma volta pela praça, porque tenho a certeza que encontras alguma coisa que queiras ir ver. Volta para hotel e descansa, pois, a partir daqui, vai ser sempre a acelerar.

Agora que estás descansado, aproveita o segundo dia e faz dele um dia mega intelectual, onde eu garanto que vais aprender imenso. O teu segundo dia é o dia de museus. Passa no British Museum, no Science Museum e na Tower of London. São museus lindíssimos, cheios de pormenores e factos históricos bastantes desconhecidos da população geral. Garanto-te que não te vai sobrar muito mais tempo neste dia, para além de aproveitares para veres a vista do rio Tamisa e das pontes sobre o mesmo. É também um passeio muito bonito e claro que, para além das pontes, tens o London Eye, onde te aconselho a subir, Westminster, com ele, o Big Ben e, claro, poderás também ver o edifício Gherkin.

Ir a Londres e não ver o palácio de Buckingham é quase como ir a Roma e não ver o Papa. Por isso, não te esqueças de pesquisar os dias e horas a que existe o render da guarda visto que eles dão todo um show e é bem mais engraçado que aqueles que vemos por terras lusas. Já que os últimos dias são para andar com calma, podes sempre visitar ainda a Trafalgar Square, Camden Town e o Camden Market. Tens também todo o Soho para aproveitar e, claro está, se fores daquelas pessoas que adora centros comerciais, não podes passar sem ir ao Harrods.

Londres é uma cidade que não se deve ver apenas de passagem. É uma cidade que tem de ser vivida, experienciada, respirada. É uma cidade que se entranha em nós e que não nos larga mais.

Tags
Show More

Susana Bento

Young & Insane!! Esta parece ser uma das descrições preferidas dos meus amigos. Há também quem diga que sou dona de uma gargalhada singular e de uma língua afiada com tendência para o sarcasmo em inglês. A verdade é que eles me adoram assim, young, crazy and loud, e eu os adoro a eles por me aturarem como sou!

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: