Desporto

Leão reestrutura-se para tentar fugir à crise

Sporting despede Carlos Freitas e Luis Duque e contrata Vercauteren para o comando técnico.

O Sporting está a passar por uma profunda crise, nesta temporada. No campo desportivo, o clube leonino ainda só conquistou duas vitórias, nos onze jogos oficiais já realizados, está em 12º lugar no campeonato (a oito pontos do líder Benfica), é último no Grupo G da Liga Europa (com um ponto em dois encontros) e já foi eliminado da Taça de Portugal, ao perder com o Moreirense (2-3).

No jogo do passado domingo, o Sporting até começou bem com um golo de Rinaudo (8’), porém, um endiabrado Pablo Olivera marcou dois golos extraordinários (46’ e 61’), protagonizando a reviravolta. Ricky van Wolfswinkel ainda empatou, aos 79 minutos, mas já no prolongamento, o brasileiro Wagner selou a passagem da equipa de Moreira de Cónegos à quarta eliminatória da Taça, contribuindo ainda mais para a crise do clube.

No que toca ao nível financeiro e directivo, as coisas não estão melhores. A 30 de Junho deste ano, a SAD leonina apresentava um passivo de 220 milhões de euros, o equivalente a cerca de 50% do passivo consolidado do Grupo Sporting. Para além disso, os dois homens-forte dos «leões» (o vice-presidente da SAD, Luis Duque, e o director-desportivo, Carlos Freitas) deixaram o clube esta semana. Os dois juntaram-se a Sá Pinto, que já havia deixado o comando técnico do Sporting, no princípio do mês de Outubro, após a derrota (0-3) na Hungria, diante do Videoton. Numa tentativa de reestruturar o clube, Godinho Lopes já nomeou Paulo Farinha Alves para o cargo de director-desportivo e anunciou que Pedro Cunha Ferreira vai ser o director do futebol de formação. Além destas alterações, também já se conhece o novo treinador do Sporting. Trata-se de Franky Vercauteren, de 55 anos. O técnico, que, na temporada passada, orientou o Al-Jazira (dos Emirados Árabes Unidos), já foi campeão belga com o Anderlecht (em 2006 e 2007) e o Genk (em 2011).

Tags
Show More

Nélio Moreira

Tenho 24 anos e sou mestre em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. A área que mais me agrada é o desporto. Adoro escrever sobre qualquer modalidade, embora dê um maior destaque ao futebol, pelo que o jornalismo desportivo é uma vertente à qual vou estar sempre ligado.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: