SociedadeSociedade

Japão: Gigante asiático não está adormecido

Da disciplina e da aposta na educação formou-se o gigante nipónico. Constituindo-se como uma monarquia constitucional unitária, desde 1947, o Japão reergueu-se das cinzas, após o rescaldo da II Guerra Mundial, e em poucos anos tornou-se numa das economias mais importantes do mundo. Por vivermos num mundo global, em permanente interacção, o crescimento económico que o Japão tem vindo a abrandar. Se no primeiro semestre de 2012, o crescimento do país nipónico foi impulsionado pela reconstrução das áreas afectadas pelo terramoto de Março de 2011, agora que nos aproximamos do último semestre do ano a retoma parece estar a “estagnar”, sendo que, as previsões da OCDE apontam para um crescimento de 0,75% ao ano em 2013.

Para além do crescimento revisto em baixa, este organismo internacional prevê que o aumento dos impostos sobre o consumo afecte o consumo privado e comprometa a consolidação orçamental, provocando uma subida nas taxas de juro a longo prazo. Porém, o tecido empresarial da “terra do sol nascente”, que fez deste país a terceira economia mundial, continua a dinamizar a economia e a apostar, cada vez mais, na expansão para o estrangeiro.

Embora tenha passado despercebido por muitas publicações financeiras mundiais, algumas gigantes japJAPO_1~1onesas executaram negócios e futuros investimentos, ao fazerem a aquisição de empresas rivais (como é o caso da Glory, empresa que fabrica máquinas, que adquiriu a britânica Talaris Topco), que demonstra que a actual conjuntura não vai refrear os planos de expansão das grandes corporações e do próprio aparelho político, que acabou de anunciar um novo pacote de estímulo da economia, antes das eleições antecipadas de Dezembro, injectando cerca de 8,2 mil milhões de euros.

Quando a retoma, a nível mundial, iniciar-se a nação nipónica não vai ficar para trás. Investir para no futuro colher é um princípio que está intrinsecamente ligado ao povo japonês, explicito nas políticas de incentivo à actividade industrial e na inteligente estratégia de importações e exportações que permite ao Japão, país com poucos recursos naturais para suster o nível de desenvolvimento, obter as matérias-primas necessárias para exportar para o resto do mundo.

A aposta em actividades industriais que explorem a tecnologia e permitam a inovação são traços que definem esta nação e continuarão a fazer do Japão umas das grandes potências da sociedade contemporânea.

 

 

Tags
Show More

Estela Tavares

Sem dúvida, que a comunicação é uma paixão inegável e que me define como pessoa, por isso, a licenciatura em jornalismo, na Escola Superior de Comunicação Social foi um passo natural. Poder escrever sobre o mundo, que nas suas múltiplas manifestações nos fornece a matéria-prima, que nos rodeia é um privilégio.
Quanto a mim, os vícios por porta-chaves, sapatos e o Nadal (um grande tenista) são algumas das características, que segundo os meus amigos me conferem uma loucura q.b

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: