Cinema

Into the Woods

O diretor do filme Chicago, Rob Marshall juntou-se ao compositor Stephen Sondheim para criarem um musical apelativo para todas as idades. As histórias das personagens dos contos clássicos juntam-se num só filme como nunca antes visto.

I wish é o apelo que cada um dos protagonistas faz no início do filme: a Cinderella deseja ir ao festival; o Jack pede para que a sua vaca consiga dar leite e a Capuchinho Vermelho quer chegar em segurança a casa da avó. No entanto, não são os únicos, a estas personagens criadas pelos Irmãos Grimm, junta-se um padeiro e a sua esposa, que há muito desejam um filho, mas não conseguem e descobrem, entretanto, que uma bruxa os amaldiçoou. É aqui que a história verdadeiramente começa. Cada personagem tem a sua ambição e vidas diferentes, mas vão-se todos juntar nos caminhos sombrios da floresta. Num filme em que o diálogo é construído através da melodia, as personagens interagem entre si e compreendem que têm mais em comum do que imaginam. Este filme não mostra a beleza dos contos de fada, pelo contrário apresenta a verdade “nua e crua”. Talvez este seja um dos seus pontos negativos. A sua falta de fantasia torna o filme demasiado banal, não despertando aquele sentimento mais emotivo.

Quanto às interpretações temos Meryl Streep a liderar o elenco principal e muito bem nomeada para o Óscar de Melhor Actriz Secundária. As surpresas do filme são a actriz Anna Kendrick, que está a conquistar cada vez mais o seu lugar no mundo do cinema, e o pequeno Daniel Huttlestone, que já nos convenceu com a sua voz no filme Os Miseráveis e que aqui volta a surpreender num elenco de veteranos, ao qual também se junta Emily Blunt e Johnny Depp.

CP_reviewintothewoods-1
Meryl Streep no filme Into the Woods

Todo o filme foi realizado ao género da Broadway, em que as canções, de forma inteligente, representam todo o dinamismo entre as personagens, depois do final feliz de cada um. Este não é apenas um espectáculo musical, o cuidado no guarda-roupa e caracterização das personagens está excelente, daí a nomeação para os Óscares nas categorias de Melhor Direção Artística e Melhor Guarda-Roupa.

Into the Woods não é um filme supremo, mas merece a nossa atenção, pois é dos melhores musicais dos últimos anos. Qualquer um de nós se identifica com os protagonistas da história. Todos eles seguem o seu caminho, em que o destino final é a felicidade, explorando as consequências das suas intenções. “Cuidado com o que desejas” é a mensagem principal do filme.

“Careful the wish you make, wishes are children. Careful the path they take, wishes come true, not free. Careful the spell you cast, not just on children. Sometimes the spell may last past what you can see, and turn against you. Careful the tale you tell, that is the spell. Children will listen…”

[slavia_review]

Tags
Show More

Célia Paula

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler.
Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries de televisão, vejo tudo o que que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia.
Adoro a vida, e ainda há tanto para descobrir.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: