Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Sociedade

Ganhar é bom. Perder também.

O termo perder está associado a derrota, fracasso e outras negatividades. Nunca queremos perder, pois perder é o contrário de ganhar e a verdade é que todos gostamos de ser consagrados vencedores. Certo? Nem por isso. Nem sempre perder é mau. Nem sempre perder está associado a algo desvantajoso.

Muitas vezes, perder torna-se uma mais-valia. Naturalmente que entre o ganhar e o perder, se nos derem a escolher, vamos optar pelo ganhar, porém, já todos tivemos momentos em que, após conhecermos as consequências das perdas, nos sentimos aliviados e abençoados pelas mesmas.

Em que momentos é que isto acontece? Existem dois tipos de momentos.

Um primeiro, que ocorre quando perdemos algo para ganhar algo ainda melhor. O ser humano acomoda-se, frequentemente, àquilo que a vida lhe proporciona e não é amante de arriscar. Daí que quando tem um emprego relativamente estável não procura outro, ainda que tenha noção de que existem empregos melhores – a nível de trabalho e a nível de salário. Se, por algum motivo, é despedido ou perde o trabalho, vê-se obrigado a procurar um novo emprego. Ora, aí, certamente irá procurar por algo melhor. E se procura algo melhor é provável que o encontre. Este é apenas um exemplo de que, por vezes, é melhor perder, pois é uma forma de se ganhar. Perdemos algo para ganharmos algo ainda melhor.

O segundo momento em que perder é uma mais valia ocorre normalmente quando perdemos, e não ganhamos nada melhor, porém, livramo-nos de algo que também não era vantajoso. Quando perdemos algo que, na verdade, constituía um problema – ainda que nem sempre nos apercebêssemos disso. Podem ser aqui utilizados como exemplo perdermos (deixarmos de ter) uma doença, perdermos (sair da nossa vida) uma pessoa que nos trazia mais infelicidades que alegrias, e – se nos der felicidade, porque não? – até mesmo perder peso. Aqui perdemos algo supostamente negativo, sem que nos seja oferecido algo melhor, porque o facto de não termos algo desvantajoso já é algo melhor, ou seja, é melhor não termos nada do que termos algo que não nos satisfaz. Aqui, perder torna-se numa bênção

Ganhar é bom. Perder também. Os termos ganhar e perder são muito relativos, apesar de todas as simbologias e significados que a eles estão associados. Perder tanto pode ser mau como bom, ganhar tanto pode ser vantajoso como desvantajoso. Como diz o ditado “cada caso é um caso”.

Show More

Cátia Cardoso

Cresci junto às margens do rio Paiva. A natureza sempre me inspirou e a inspiração sempre me impeliu para a escrita. Aparte isso, acredito que nasci com uma missão: comunicar. E a estudar Comunicação Social na Escola Superior de Educação de Coimbra, descobri ainda a paixão pelo cinema que veio juntar-se à paixão pelo teatro. O mundo e as pessoas levam-me a pensar e construir pontos de vista e opiniões, que não receio expor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: