LifestyleModa

Elementar meu caro estilo

Conjunto único. Charme inconfundível. Este estilo és mesmo tu.

Independentemente de atribuirmos muita ou nenhuma importância, o que vestimos transmite uma mensagem, é uma forma de comunicação. A moda dita estilos e os estilos nascem de inspirações. Revivalismo, nostalgia, criação e obras de arte, a moda segue por parâmetros reinventando-se constantemente.

Numa dessas reinvenções, a musa desceu em forma de personagem. Criadores e adeptos de estilo buscam exprimir-se com as personagens literárias que admiram.

A moda revela-se expressão, auto-conhecimento, reconhecimento e identificação do eu. Se há personagens que nos atraem, nada mais natural que tentarmos reviver através delas a nossa admiração pessoal. As características das personagens que admiramos imprimem-se em nós, a expressão dos seus estilos mistura-se com a nossa personalidade e passamos a exprimir a nossa individualidade através dos nossos sonhos.

A moda é, então, fantasia, a Alice do País das Maravilhas ou a Katniss de Jogos da Fome são passíveis de ser encarnadas pelos seus admiradores. E propostas de estilo tornam-se ícones.

As séries de TV ou os filmes onde seguimos atentamente os movimentos dos nossos personagens favoritos tornam-nos fenómenos aos olhos massivos de uma parte larga da sociedade e não tarda que a sua forma de se vestir emerja nos nossos ideais.

Quanto maior o fenómeno de popularidade, maior a chance de se tornar um ícone. Sherlock Holmes é um deles. Carismático, astuto, cientifico, dedutivo. Um tanto arrogante. A personagem, que dos livros se vivifica agora em séries ou no cinema, desfila em grande estilo nos seus pijamas de seda, sobretudos longos e cachecóis. A lista pode ser imensa para adoptar como vestimenta de um dos personagens mais admirados na actualidade.

O estilo de Sherlock Holmes inspira os seus admiradores e a moda segue a admiração. Conjuntos completos são criados e facilmente homens e mulheres conseguem passar a sua mensagem pessoal através da roupa das personagens que vestem.

No entanto, como criarmos os nossos próprios conjuntos à luz dos nossos personagens favoritos?

Nos dias que correm, são milhares as imagens na Internet das personagens que seguimos atentamente e dos actores e actrizes que as interpretam. Ao tentarmos criar conjuntos semelhantes, utilizando as peças chaves que identificam os nossos personagens e até adicionando um toque nosso especial através de um acessório, as possibilidades são infinitas.

O truque é utilizarmos sempre o que nos define sem nunca esquecermos de indagar os porquês daquela personagem literária nos atrair tanto, ao ponto de querermos exprimirmo-nos através dela. A Alice do País das Maravilhas, Branca de Neve, super-heróis da Marvel, todos estão à espera de serem recriados por nós, num dia a dia muito mais original e criativo.

Porque a moda também é isto. É também o nosso interior que tem tanta força que não tem senão outra hipótese de se revelar exteriormente.

Tags
Show More

Carla Moreira

Fiz teatro e fui jogral de poesia há algumas luas. Gosto muito de pessoas. E de vários assuntos. E de assuntos que envolvam pessoas. Sou curiosa por natureza e tenho verdadeira paixão pela palavras.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: