Ciências e TecnologiaSaúde

Curar com veneno? Sim, é possível

Associa-se o veneno a algo negativo, que até pode levar à morte. O que pouca gente sabe é que há doenças que podem ser tratadas com venenos e outros compostos que normalmente são perigosos, mas que de forma bem administrada podem ser a solução para a cura. No entanto, a medicina ainda tem um caminho longo a fazer.

Há seres vivos com a capacidade de curar. As plantas foram e ainda são uma fonte de cura, utilizadas em toda a parte do mundo. Os habitantes da China, do Brasil e da Austrália vivem com muitos animais que têm o poder de tratar. Os venenos de origem animal, vegetal ou até mineral foram usados há séculos para preparar pomadas, cataplasmas e antídotos. Mais recentemente, embora ainda pouco estudado, é usado em medicamentos modernos.

Muitos dos venenos que têm a capacidade de matar e de curar são de animais que, à partida, são repugnados pelas pessoas e que até possam dar medo. Comecemos pelas abelhas. O ferrão das abelhas trata quase todo o tipo de dores musculares, mas também alivia o cansaço, stress, feridas, antienvelhecimento. Para além disso, pode ser bom para quem tem excesso de peso, um sistema imunitário frágil e até infertilidade. Este tratamento remonta há milhares de anos, muito utilizado na China e no Japão. Não é um tratamento que toda a gente consegue fazer, uma vez que há pessoas que são alérgicas às abelhas. Neste caso, é preciso ter muito cuidado.

As aranhas. Pois é, as aranhas… Aquele bicho que muitas pessoas têm medo, seja grande ou pequeno. O veneno da viúva negra pode ser mortal, mas é muito útil para certos tipos de doenças cardíacas. E as formigas? As formigas são um animal que vemos em qualquer lado e nos são inofensivas. No entanto, as picadas das formigas vermelhas podem ser fortes e levam muito tempo para curar, sendo que em pessoas alérgicas pode ser fatal. A piperidina, embora perigosa, também pode ser útil como estimulante da função cognitiva e, por isso, é usada como parte do tratamento aplicado aos pacientes com Alzheimer.

Fora familiaridades, vamos falar de nomes de animais não tão conhecidos. A Jararaca é uma cobra altamente venenosa que vive na América do Sul (Argentina, Paraguai e Brasil) cuja mordida pode levar à morte, caso não seja tratada a tempo, uma vez que produz problemas no sistema circulatório e cardíaco. Este veneno é usado para produzir remédios para o controlo da hipertensão, insuficiência cardíaca, recuperação após ataque cardíaco e pacientes diabéticos com problemas renais. Os caracóis-de-cone são dos bichos mais tóxicos e mais mortais do planeta, devido ao veneno que carregam. Uma única gosta de conotoxina pode matar, em minutos… 20 pessoas adultas. No entanto, estes animais também podem salvar vidas humanas. O medicamento criado a partir desse princípio ativo é usado para tratar pacientes que sofrem de fortes dores crónicas, uma vez que tem um efeito anestésico maior do que a morfina.

O veneno das plantas também pode curar. O famoso veneno que Sócrates tomou vem de uma plantam denominada Cicuta, que possui uma neurotoxina chamada conicina. A sua ingestão causa tonturas, hipotermia e culmina com uma paralisia generalizada e morte. Já foi usada contra o tétano e raiva. As folhas e o óleo são usados como analgésico, antiespasmódico e anestésico local. A foxglove é uma planta que contém um princípio ativo chamado digitalina, que foi usado desde o final do século XVIII para controlar o edema, arritmias e outras doenças cardíacas. Na medicina tradicional chinesa e indiana é usada para a diabetes e constipação. Mas é preciso ter cuidado com a sua ingestão. Outra planta com esta capacidade é a boa-noite, uma espécie nativa de Madagáscar. Esta planta é cultivada pelo mundo e é utilizada para o tratamento de vários tipos de cancro, como a leucemia, da pele, linfático e da mama.

Para além dos animais e das plantas, os minerais também podem ter um papel de cura. O arsénico é um elemento químico que ocupa o 33º lugar na Tabela Periódica. É usado em herbicidas, pesticidas e para preservar a madeira, entre outros. É extremamente venenoso para as pessoas. Porém, é um componente vital para os humanos e é obtido naturalmente pelo consumo de peixe, marisco, vegetais e carne. Já foi usado para combater a falta de ar, tosse persistente e problemas de voz. Hoje, faz parte de complexos de vitaminas e minerais, e o trióxido de arsénio é recomendado para o tratamento do cancro e psoríase.

A ciência tem um caminho a fazer, mas, dia após dia, os venenos estão-se a revelar uma arca útil para a vida humana. As empresas farmacêuticas vão desenvolvendo novos produtos com estes elementos, que acaba por ser uma nova fonte de matérias primas que bem trabalhadas levam à cura. É difícil pensar que um veneno pode curar, mas a verdade é que pode, se for utilizado em doses reduzidas e manipulada de forma correta.

Tags
Show More

Rita Almeida

Aspirante a jornalista. O gosto pela escrita faz parte de mim desde que me conheço. E penso que essa é a principal razão de ter escolhido o curso de Ciências da Comunicação para a minha licenciatura. Quanto mais o tempo passa, mais tenho a certeza que não podia estar em outro lugar.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: